Sobre Prof. Elisson de Andrade

Professor universitário e palestrante sobre Educação Financeira. Engenheiro Agrônomo (USP), Bacharel em Direito (UNIMEP), Mestre e Doutor em Economia Aplicada pela USP. Ganhador do prêmio BM&FBOVESPA de melhor dissertação/tese sobre derivativos (2004). Um eterno apaixonado em aprender e ensinar.

  • Luiz

    Parabéns Prof. Elisson, gostava muito do seu blog, acompanhava e fazia questão de compartilhar as matérias com alguns colegas de trabalho.
    Ficou excelente o site, espero cada vez mais aprender com as lições postadas, ampliando cada vez mais meus conhecimentos em finanças.

    Um grande abraço, Parabéns!!!
    Nota: Muito bom o 1º post, belo kick-off.

    • Luiz, só posso agradecer as palavras de incentivo. É bom ouvir um elogio desses, pois deu bastante trabalho para chegar até esse ponto. Espero que continue prestigiando o Blog. Abraços

  • Name*jacira

    Comentáriovaleu a pena re-começar tudo do zero.
    e parar de ser endividada.mas ser alguem e lucrar

  • Name*Fernando Sabino

    Comentário
    Obrigado Professor por compartilhar seus ensinamentos!!!Seus videos são otimos e ajudam muito.

  • Frank

    Parabéns pela excelente palestra. Pena que não tenhamos educação financeira na escola.

    • Obrigado pelo comentário. Quanto à educação financeira, cabe então aos pais ensinar às crianças… é o jeito!

  • Emerson

    Video Interessantissimo. Aprendir, vou deixa TER para SER…

  • Pingback: ()

  • Pingback: ()

  • Name*mario sergio

    Parabéns professor muito bom.

  • Daniel Schaeffer

    Ótimo vídeo, mostra de forma simples e resumida como a maioria dos Brasileiros se preocupa mais com o “status” do que com as coisas simples da vida…

  • Estou impressionado com a qualidade fantástica do conteúdo disponibilizado. Meus parabéns e muito obrigado!

    • Olá Frederico. Eu que agradeço pelas palavras elogiosas. Espero continuar contando com suas visitas. Abração.

  • Pingback: ()

  • Márcio Barbosa

    Professor,

    Excelente vídeo.

    As pessoas esquecem que felicidade é estar perto das pessoas que amam e fazer o que gostam. Trabalhar e adquirir bens materiais é fundamental para que as pessoas possam se desenvolver, mas não devemos viver com este objetivo único.

    Difícil é não entrar na “corrida dos ratos”. A sociedade nos compara o tempo todo, até mesmo como profissional, se não temos determinada marca de relógio, carro ou casa num bairro nobre.

    Certa vez levei minha família para os EUA e muitos me diziam: ” Você é louco! Com este dinheiro você poderia comprar um carrão”.

    Minha resposta: “Carro eu já tenho, os EUA eu ainda não conhecia, agora tenho os dois!” Certamente uma experiência de vida em um país do 1o. mundo é algo inesquecível que transcende ao bem material de forma incomparável. Tenho certeza!

    Parabéns pelo trabalho.

    • Olá Márcio, sou eu quem agradeço pelo depoimento contundente. Abração e aguardo próximos comentários.

  • Pingback: ()

  • Pingback: ()

  • Rafael Aguiar

    Parabéns, a ideia que o vídeo transmitir é reveladora, pois mesmo vendo somos constantemente cegados pelos impulsos consumistas que recebemos do mundo. Podemos até de certo modo dizer que a riqueza seria a realização dos mais diversos sonhos que possuímos enquanto pessoa (SER) . Gostei bastante do site e do Ebook As 5 Etapas do Planejamento Financeiro.

    • Opa @disqus_qvcHhduTFo:disqus, fico feliz que estena contente com meu trabalho. Continue acompanhando que vem muita coisa por aí. Abraço.

  • Denise Faro

    Muito bom! Descreveu perfeitamente meu perfil há um tempo atras… Meu namorado é muito mais consciente das finanças pessoais do que eu… e ele sempre me fala que eu preciso economizar.
    Antes de dar o primeiro passo para a mudança é essencial conhecer o que precisa ser mudado. Ajudou muito! Parabéns e Obrigada!

    • Olá @denise_faro:disqus. Você não sabe o quanto é bom trabalhar por algo e ver que conseguiu seu objetivo. Suas palavras dão a convicção de estar no caminho certo, quanto à minha missão de educador financeiro. Abração.

  • Carolina Lauria

    É claro que empresas, juntamente com um empurrãozinho da mídia, principalmente a televisiva, nos inculca um consumismo desenfreado. Desde de criança “nos dizem” que temos que ter, comer, vestir, e etc, para sermos felizes. Isso acaba por adentrar nos olhos e ouvidos e se instala em nosso ser, fazendo-nos crer que isto seja uma verdade incontestável. Mas é claro que se houver uma criação onde se valorize e se viva verdadeiramente o ser e não o ter, isto não passará de blá, blá, blá.
    Bem, está é minha conclusão acerca do presente post e do vídeo.
    Abraço!

    • Concordo e assino embaixo @carolinalauria:disqus. Abração e obrigado pelo comentário.

  • Marco Van Brain

    Excelente video, eu busco ter mais conhecimento, não me importo muito em ter bens de consumo.

    Hoje tento restabelecer minha condição financeira, devido ao mau planejamento. Baseando apenas na confiança apalavrada, esperava que o retorno pelo um investimento de terceiros usando recursos próprios seria certo, mas nesse momento não calculei os riscos e incertezas e, acabei pagando por um benefício que não consumir.

    1) Como criamos paradigmas e comportamentos que nos levam a administrar mal o nosso dinheiro?
    Sim, baseado em nossas experiências passadas e quando surge uma oportunidade de aumentar a receita, contar com que não tangível é complicado. A oferta do dinheiro fácil cria males que não vem para o bem.

    2) Será que as empresas conseguem embutir hábitos em nosso cotidiano, sem percebermos?
    As empresas não, mas sim a convivências com outras pessoas que utilizam de técnicas consumistas para massagear o ego, e como a inveja é uma realidade o efeito dominó acontece por osmose.