Sobre Prof. Elisson de Andrade

Professor universitário e palestrante sobre Educação Financeira. Engenheiro Agrônomo (USP), Bacharel em Direito (UNIMEP), Mestre e Doutor em Economia Aplicada pela USP. Ganhador do prêmio BM&FBOVESPA de melhor dissertação/tese sobre derivativos (2004). Um eterno apaixonado em aprender e ensinar.

  • Samir Ruggiero

    Deixo aqui um grande abraço ao Prof. Elisson, durante minhas férias aproveitei para recordar um pouco sobre o SAC e tabela Price.

    Samir – Guluga

    • http://www.profelisson.com.br Prof. Elisson de Andrade

      FAla mestre. Que bom ver você por aqui neste humilde espaço. Espero que possa, mesmo depois das férias, continuar ajudando seu amigo fazendo mais comentários. Abração

  • mario

    é preciso dizer que, na tabela price, adiantar as prestações é mais vantajoso.
    na sac, os juros já são espertamente cobrados pelo banco. assim, adiantando ou não, o banco sempre vai lucrar o dobro ou triplo.
    outra coisa é que a tabela sac tem mts mais casos de estouro de orçamento. q é onde o camarada acaba tendo que atrasar ipva, iptu, financiar o carro, pegar empréstimo consignado.

  • Aristóteles Rodrigues.

    Bom dia Profº Elisson !
    Tudo Bem ?
    Gostaria de contar com seu conhecimento para tirar uma dúvida.
    Tenho um financiamento imobiliário no valor de R$ 150.000,00 a ser pago em 295 parcelas pela sistema SAC.
    Pretendo fazer amortizações periódicas.
    Qual a melhor situação para amortizar o financiamento no cenário acima:
    A) Amortizar o saldo e reduzir a quantidade de parcelas, mantendo o valor das parcelas inalteradas; ou
    B) Amortizar o saldo e reduzir o valor da parcela, mantendo a quantidade de parcelas inalteradas ?
    Atenciosamente,
    Aristóteles.

    • http://www.profelisson.com.br Prof. Elisson de Andrade

      Para suas finanças de longo prazo, a alternativa A é melhor, já que acaba com a dívida antes. Para um pensamento de curto prazo, a B) fará que sobre mais dinheiro mensalmente, para alocar para outras despesas. Se não estiver precisando de mais dinheiro por mês, aconselho a alternativa A. Abraço.

  • Antonio Rodrigues

    Prof. Allison,
    Muito bem dia,

    Pretendo financiar aprox. R$200.000,00, em 360 meses sabendo-se que daqui a tres anos poderei utilizar meu FGTS que hoje está em torno de R$ 80.000,00, lhe pergunto:
    Qual a melhor opção??? tabela SAC ou PRICE, sabendo se que logo quitarei boa parte do valor da dívida???
    Desde já obrigado.

    • http://www.profelisson.com.br Prof. Elisson de Andrade

      Aconselharia a SAC, pois no início diminui a dívida mais rapidamente… Abç

  • Celiene

    Olá, Bom dia!

    Gostaria de saber se o sr. poderia responder algumas duvidas a respeito desses dois sistemas (PRICE e SAC)?

    – O que diferencia um sistema do outro?

    – Em que situação o Price é mais vantajoso? E o SAC?

    – Quais as vantagens e desvantagens desses dois sistemas?

    – Para financiamentos de longo e curto prazo, qual sistema seria mais apropriado?

    – O sistema price é calculado tambem sob a forma de juros simples?

    – Como faço para encontrar a amortização e o juros de parcelas futuras? (por ex: em um financiamento de 48 parcelas, como descubro a 24 parcela ?)

    São muitas perguntas não é mesmo? hehe…Li o seu artigo, achei bastante interessante, mas fiquei com estas duvidas em mente…
    Desde já agradeço…
    Tenha um bom dia!

    • http://www.profelisson.com.br Prof. Elisson de Andrade

      Olá Celiene
      Peço a gentileza que entre em contato comigo por e-mail, através do formulário de contato do blog. Terei muito prazer em ajudar. Abç.

  • denis

    Prof. Elisson de Andrade eu gostaria de saber ser é vantagem eu financiar um apt de 101.224.00 pela price ou sac,,,na sac ficou uma entrada de 11.325.00 e a prestaçao inicial de R$551.00 decrescente e na price ficou Zero de entrada e uma parcela fixa de R$484.00 ambos 360 meses pelo o banco do brasil??aguarda a resposta e des de ja agradeço…

    • http://www.profelisson.com.br Prof. Elisson de Andrade

      Eu lhe aconselharia o SAC, pois diminui as chances de o valor das parcelas abocanhar um percentual muito grande de seu salário (pois elas diminuem com o tempo). Abç.

  • RICARDO GOMES CAMPOS

    Boa noite!
    Tenho um financiamento no valor de 40.000 dividido em 120 meses com presatações iniciais no valor de 650,00. Minha dúvida é a seguinte, não sei se amortizo no valor das parcelas ou no número de parcelas.
    Iria dar um valor de 17000 e o valor das parcelas iriam cair muito, pois no fim do ano que vem pretendo quitar.
    O que seria mais interesssante nesse caso?

    • http://www.profelisson.com.br Prof. Elisson de Andrade

      Olá Ricardo. Por favor. Mande-me um email pelo formulário de contato do blog, e te ajudo com mais calma. Abração.

  • Rosa maria Cardoso

    fiz um financiamento deR$100.000 em 360 meses.quero amortizar um valor de R$30.000,00,tabela SAC.O que é mais vantajoso?
    Reduzir o nº das parcelas ou o valor da prestação.

    • http://www.profelisson.com.br Prof. Elisson de Andrade

      Olá Rosa. Não existe uma resposta fechada para isso. Depende muito de cada situação. Se diminuir o valor da parcela, vai sobrar mais dinheiro para o presente. Se mantiver o valor, termina antes. Tudo depende do que será melhor para você (ou seja, qual seu principal desejo: ter mais dinheiro no momento ou liquidar a dívida o quanto antes). Isso pq no final das contas, vai pagar a mesma coisa de juros (caso as duas condições permaneçam com a mesma taxa). Abç e obrigado pelo comentário.

  • Rafael Marques

    Bom DIa
    Tenho um financiamento na tabela PRICE e todo mês terei a possibilidade de efetuar um pagamento maior do que a parcela mensal. O que o Sr aconselha… Ir reduzindo a prestação mensal ou ir reduzindo as parcelas que faltam????
    Obrigado

    • http://www.profelisson.com.br Prof. Elisson de Andrade

      Olá RAfael. A resposta é a mesma que dei para a Rosa, neste comentários. Abração.

  • Raquel

    Olá,
    Sou totalmente leiga nesse assunto e então gostaria de uma opinião….
    Irei financiar R$100.000,00. Minha intenção e’ quitar esse valor dentro de alguns poucos anos… Então minha pergunta faço em relação a que tabela optar, sendo que a diferença do valor inicial das parcelas sendo um pouco maior não ira interferir tanto no meu orçamento agora.
    O parcelamento foi calculado com previsão de 360 meses.
    Obrigada pela consultoria, Ab.

    • http://www.profelisson.com.br Prof. Elisson de Andrade

      Olá Raquel. A vantagem da SAC e que, se a inflação dos próximos meses corrigir o valor das parcelas de maneira acentuada, o impacto no seu orçamento será menor que na tabela PRICE, pois na SAC o valor das parcelas tendem a diminuir. No final das contas, paga-se mais no início (na SAC), porém, o valor das parcelas diminui, o que pode trazer benefícios de não apertar o orçamento no futuro. Abç

  • Tereza Raquel

    Olá Professor.

    Estou comprando um imovel de R$ 1.100.000,00 e farei um financiamento de R$ 600.000,00 em 360 meses. Como pretendo fazer amortizações de R$ 80.000,00 a cada 4 meses ( ja começando a primeira amortização 4 meses apos o financiamento) a tabela price seria mais indicada nesse caso? Pretendo amortizar R$ 450.000,00.
    Abraços,

    • http://www.profelisson.com.br Prof. Elisson de Andrade

      Olá Tereza. Não vou esconder de você que a minha primeira vontade foi de lhe falar: se for para moradia, compre um imóvel mais barato rsrsrsrs. Mas voltando ao assunto, a tabela SAC é mais indicada para financiamentos de longo prazo, pois oferece um menor risco de descompasso no fluxo de caixa no futuro. Para o seu caso, como possui um poder de fogo bom, talvez a SAC seja também melhor, pois já amortiza sua dívida de maneira um pouco mais rápida, deixando menos margem para imprevistos no futuro. Abç

      • Tereza

        Obrigada pela resposta professor. Também gostaria de comprar um mais barato, mas no Rio de Janeiro não é uma tarefa muito fácil… Como esse imóvel é o que pretendo viver definitivamente, escolhi um prédio mais novo, na localização que já conheço e gosto muito. É uma dívida grande e que realmente assusta. Tenho um outro imóvel que vale aproximadamente uns R$ 600.000,00 e será alugado, então, caso um imprevisto aconteça, tenho a opção de venda.
        Tenho mais uma dúvida: com as amortizações do saldo devedor, o valor do seguro também é reduzido? Estive dando uma olhada no detalhamento das parcelas e na SAC por exemplo, o valor do seguro tem uma oscilação grande, aumentando bastante durante o financiamento, chegando a quase R$ 1.000,00 em cada parcela. Esse valor é reduzido proporcionalmente ao valor do saldo devido?
        Muito obrigada,

        • http://www.profelisson.com.br Prof. Elisson de Andrade

          Olá Tereza. Isso precisarei pesquisar. Se não descobrir por conta (ou até se descobrir ao ler esta mensagem), envie-me um e-mail pelo formulário de contato do blog. Abçs

  • Cláudio

    Professor Elisson, pretendo fazer um financiamento imobiliário no valor de R$ 85.000,00 em 360 meses. Devo optar pela tabela SAC ou Price? Pretendo quitar o valor em três anos.

    Muito obrigado e abraços…

    • http://www.profelisson.com.br Prof. Elisson de Andrade

      Olá Cláudio. Na verdade, para um período de 3 anos, tanto faz o sistema, se as taxas de juros forem as mesmas. Em qualquer financiamento, é preciso escolher sempre aquele que possui um custo efetio mais baixo. O sistema, SAC ou PRICE, faz diferença no longo prazo, devido aos reajustes da inflação. Abraço.

  • http://Dúvidasobretabelaprice Erik Silva

    Boa noite professor!!! Vou financiar um valor de $130.000,00 já esta definido que será pela tabela price. Minha parcela morando será de $830,00. Gostaria de saber como funciona a conta em relação ao juros que sera cobrado. Pois já ouvi dizer que posso começar com $830,00 e terminar pagando quase $2.000,00. Gostaria de saber se a possibilidade de acontecer isso. Esse financiamento e pelo programa minha casa minha vida com uma taxa de juros 5%. Muito obrigado e uma não noite!!!

    • http://www.profelisson.com.br Prof. Elisson de Andrade

      Olá Erik. A grande questão do valor das parcelas aumentarem é devido aos reajustes periódicos relativos à inflação. A princípio, a Price possui parcelas fixas, mas na verdade são reajustadas periodicamente. Se o índice de inflação subir no futuro, e mais que seu salário, por exemplo, cada vez mais o valor das parcelas pesará no seu orçamento. Na SAC, esse efeito é diminuído devido aos valores das parcelas diminuírem com o tempo. OK? Abração.

  • Fabrício Mendes

    Boa noite, profº.
    Tenho um financiamento de R$ 114.000,00 em 360 parcelas pelo BB, na tabela PRICE.
    É vantagem eu adiantar as parcelas? As primeiras ou as últimas? Lembrando que a taxa de juros ficou algo em torno de 8% aa.
    Um abraço e obrigado!

    • http://www.profelisson.com.br Prof. Elisson de Andrade

      Olá Fabrício. A resposta é simples. SEMPRE é interessante adiantar parcelas, quaisquer que sejam elas.
      Abraços e aguardo novos comentários.

  • http://www.fast-ti.com Júlio César Batista

    Olá,

    Professor, antes de mais nada parabenizo pelo belo site, com ótimas dicas.

    Tenho uma dúvida

    Efetuei a compra de um apartamento no valor de 125 mil
    Já paguei junto com as chaves que vou pegar mês que vem, um total de 40 mil

    Restam 85 mil

    Pretendo financiar em 120 meses

    O que me recomenda?

    Obrigado.

    • http://www.profelisson.com.br Prof. Elisson de Andrade

      Olá Júlio. Eu que agradeço as palavras elogiosas. Quanto à sua questão, acredito que a SAC seria interessante (não pq sairá ganhando em termos de juros), mas devido à questão: se vc consegue pagar essas parcelas da SAC (que são maiores que da Price), diminui o saldo devedor mais rapidamente e não corre o risco da Price de os reajustes pesarem tanto no orçamento, futuramente. Abração.

  • Ana

    Ola tudo bem ?

    Meu nome é Ana e estou fazendo um financiamento pelo BB 130.000,00 em 360x SAC 960,00 e PRICE 700,00. Vou utilizar meu FGTS a cada 2 anos para mortização, para isto qual seria a mlehor opção ? sendo que as 2 parcelas para mim fica dentro do meu orçamento.

    • http://www.profelisson.com.br Prof. Elisson de Andrade

      Olá ana.barreto. Como as duas cabem dentro do orçamento, faça a SAC, pois mesmo após as correções advindas da inflação, você não comprometerá seu orçamento, devido às parcelas diminuírem mais rapidamente, além de conseguir diminuir o saldo devedor mais rapidamente no início.. Matematicamente, não há diferença. A questão é de fluxo de caixa mesmo. Abç.

  • Nilson Duarte da Silva

    Boa tarde professor, comprei um veículo financiado em 60 meses pelo método cdc. No final do ano pretendo adiantar algumas parcelas. Se for possível , gostaria de saber a sua opinião. O que é mais vantajoso adiantar as primeiras ou as últimas parcelas?
    Um abraço e obrigado.

    • http://www.profelisson.com.br Prof. Elisson de Andrade

      Olá Nilson. Estou prestes a fazer um artigo sobre isso (já está na agenda). Mas adiantando, não faz muita diferença sobre qual parcela pagar, pois os juros embutidos em cada uma delas é o mesmo. Aconselho que “pague aquela que couber no bolso”. Ou seja, se tem dinheiro suficiente para adiantar parcelas de valores maiores, assim o faça. Se o dinheiro só der para pagar aquelas últimas parcelas de valores menores, essa deve ser a escolha. Abração.

      • Nilson Duarte da Silva

        Muito obrigado pelo retorno professor.
        abraço.

  • rosemaire faria

    Prof. Elisson de Andrade, fiquei muito feliz de encontrar respostas para algumas duvidas minhas sobre financiamentos. O meu problema hoje é que devo um valor de especial mais cartoes em torno de R$ 40 000,00 e pretendo financiar este imovel para liquidar estas dividas que possuem juros bem mais altos do que pagaria no especial e cartao. Mas qual o melhor sistema Price ou Sac, pretendo ainda quita-los daqui a 03 ou 4 anos. Fiz uma simulacao do PRICE que ficou dentro do meu orcamento e pelo Sac terei que acrescentar mensalmente 300,00 para completar o pagamento , estou començando em um emprego novo e nao posso contar com ele. Me ajude por favor . Abracos. Rose

    • http://www.profelisson.com.br Prof. Elisson de Andrade

      Olá Rose, obrigado pelo comentário. Como tenho dito nas respostas aos comentários aqui feitos, em termos matemáticos, os sistemas serão iguais se possuírem a mesma taxa de juros. A diferença entre eles é de fluxo de caixa, em que no SAC começa pagando mais e as parcelas vão diminuindo com o tempo, e no Price as parcelas são constantes. Para um período de tempo grande, com reajustes de inflação, a SAC pode ser mais interessante. Mas para um período de tempo menor, não vejo grandes problemas em fazer a Price que é que cabe atualmente no seu bolso. Abraço.

  • Keila

    Utilizei a formula SE(mês>(amortização+carencia);0;(SE(carencia<mes;captação/qtd de amortização;0))) para na linha amortização poder simular carencia ou nao…. mas agora nao consigo achar algo para simular amortização trimestrais… na verdade preciso montar algo que com o input calcule automaticamente. .. você pode me ajudar?
    Obrigada

    • http://www.profelisson.com.br Prof. Elisson de Andrade

      Olá Keila, entre em contato pelo formulário deste Blog, pois por e-mail fica mais fácil. Abç

  • Humberto

    Elisson, bom dia.
    Sou leigo no assunto e gostaria de uma ajuda se possivel.
    Tenho um finaciamanto habitacional e quero abater na divida o valor que tenho no FGTS gostaria de saber como calcular o que é mais vantajoso se diminuir o tempo do financiamento ou o valor das prestações?

    Obrigado.

    • http://www.profelisson.com.br Prof. Elisson de Andrade

      Olá Humberto, por uma série de fatores, geralmente é interessante diminuir o tempo de financiamento. Porém, se a vida está difícil atualmente e precisar de uma folga no orçamento, talvez seja mais importante diminuir o valor das prestações. Ok? Abraço e obrigado pelo comentário.

  • Jairo Félix da Costa

    Professor estou financiando uma casa pelo Price, pq pelo sac napo tenho a entrada que o Banco esta me pedindo, com o tempo eu posso refinanciar novamente e mudar pelo Sac?
    Obrigado

    • http://www.profelisson.com.br Prof. Elisson de Andrade

      Olá Jairo. Eu creio que não, mas é melhor perguntar no próprio banco… Abç

  • Jairo Félix da Costa

    Obrigado Professor. O juros do SAC e do Price está exatamente igual, então no caso o final vai dar na mesma?

    • http://www.profelisson.com.br Prof. Elisson de Andrade

      Depende muito das correções inflacionária, que irão ocorrer, e que não sabemos….

  • leandro

    Professor um financiamento pela tabela price, as parcelas aumentão todo ano?
    e de acordo com a inflação ou tem taxa de juros que são usadas?

    • http://www.profelisson.com.br Prof. Elisson de Andrade

      Aumentam, periodicamente, pela correção da inflação, não de juros…

  • Jorge

    Prezado Prof. Elisson de Andrade,
    sou funcionário público e decidi comprar um apartamento (Apt). Embora diversos sites abordassem a questão, tabela Price ou SAC, gostaria, se possível, de um parecer em relação ao meu caso. Estou comprando um Apt novo e chegou o momento de financiá-lo. O valor do financiamento seria 150.000,00 em 180 meses. Pela SAC as iniciais seriam de 1900,00 já na PRICE 1502,00, tudo em um juros de 7.9% anuais + taxas perfazendo um total de 8.3%, durante todo financiamento. Percebi, embora as amortizações, que somente após a parcela 60 o valor da prestação, na Tabela SAC, corresponderia ao valor das parcelas da tabela PRICE. A partir da parcela 120, a diferença seria significativa, diminuindo periodicamente até a última parcela. Contudo pretendo morar uns 6 anos no Apt e depois alugá-lo. Pergunto nessas condições o que seria mais vantajoso?

  • Jorge

    Prezado Prof. Elisson de Andrade,
    ainda na dúvida, caso queira antecipar as parcelas qual dos sistemas seria mais vantajoso Price ou SAC, visto a situação descrita anteriormente.
    Muito obrigado, pela atenção.

    • http://www.profelisson.com.br Prof. Elisson de Andrade

      Olá Jorge. Em termos matemáticos e sem contar a inflação do período, os métodos se equivalem, caso os juros sejam iguais para ambos os métodos. A tabela SAC, devido aos pagamentos maiores no início, tem a “vantagem” de a dívida diminuir mais rapidamente nos primeiros meses. Você precisa levar em consideração, para a escolha, se é possível pagar as parcelas do SAC, que são maiores no início. Em caso positivo, talvez essa seja a melhor opção, pois irá diminuir a dívida mais rapidamente, deixando uma folga maior para o futuro. Abraços

  • Daniel Mariani

    Bom dia Professor, vou financiar R$ 200.000,00 para aquisição de parte de posto de combustível, em 60 parcelas. Qual dos sistemas seria mais vantajoso, price ou sac, desde ja muito grato pela atenção.

    Daniel

    • http://www.profelisson.com.br Prof. Elisson de Andrade

      Como sempre digo nos comentários, o SAC tem uma vantagem de diminuir a dívida mais rapidamente, e a desvantagem de precisar de mais dinheiro para honrar as parcelas iniciais. O mais importante nem sempre é o sistema, mas a taxa de juros do financiamento. Abç

  • Sônia Cunha

    Professor, meu marido e eu precisamos financiar R$ 210.000,00 em 178 meses. Na CEF a tabela é SAC, prestação inicial R$ 4.486,25, custo efetivo total de 1,86% a.m com pagamento obrigatório de seguro de vida de R$ 373,96 o que me tranquiliza, porque caso um de nós morra, nossos filhos nada mais pagarão, mas durante hum ano ficaríamos muito apertados com o pagamento. Para suportarmos este primeiro ano estamos pegando R$ 10.000,00 a mais para nos ajudar a pagar a prestação neste período.No Banco do Brasil a tabela é Price, prestação inicial de R$ 3.443,80, custo efetivo total de 1,58% a.m, sem pagamento de seguro, então nossos filhos responderão pela dívida. Dentro de hum ano, no máximo, pretendemos liquidar a dívida, pois assim que mudarmos para a casa nova, venderemos a casa antiga(este financiamento é para conseguirmos terminar a construção). Faço várias contas, mas como a taxa de juros é diferente e tem o seguro no meio, não consigo comparar. Obrigada por sua boa vontade em ajudar as pessoas.

    • http://www.profelisson.com.br Prof. Elisson de Andrade

      Sonia
      Envie-me, por favor, um email através do formulário de contato do blog, daí nos comunicamos melhor.
      Abração

  • Sônia Cunha

    Professor, meu marido lembrou-me, agora, de que nós dois já pagamos seguro de vida há anos, cujo valor é suficiente para quitação da dívida, caso necessário.
    Obrigada, Sônia.

  • RENATA

    Boa Tarde, Professor

    Eu vou financiar um imovel de R$ 11.000,00, e no simulado um mês antes nos passaram juros de 5,64, mas na aprovação um mês apos (12/2012), ja esta com juros de 6,17%, é possivel todo esse aumento de juros.
    Obrigada,
    Renata

    • http://www.profelisson.com.br Prof. Elisson de Andrade

      Olá Renata. Envie-me tal questão, com mais detalhes, através do formulário de contato do blog. Abç

  • Vanessa

    Ola, estou negociando um imóvel no valor 135.000,00 sei que tabela sac prestação diminui e price aumenta, minha prestação pela price ficou em 511,00.
    Por exemplo se eu começo hoje pagando esses 511,00 daqui un 5 anos estarei pagando mais ou menos quanto? ha informação que tenho é que sobe mais ou menos 15,oo por mes, tenho medo que daqui um tempo, sei la 10 ou 15 anos eu nao consiga mais dar conta de pagar as parcelas, sendo que pela sac eu nao tenho toda entrada. Bom resumindo o que quero saber é quanto se fosse hoje minha prestação de 511,00 iria aumentar por ano?
    Muito obrigada

    • http://www.profelisson.com.br Prof. Elisson de Andrade

      Olá Vanessa. A tabela Price tem por característica o valor FIXO das parcelas. O que acaba acontecendo em financiamentos imobiliários, é que periodicamente o valor das parcelas é reajustado por algum índice de inflação, e acaba subindo. Dessa forma, como não sabemos a inflação futura, não é possível calcular exatamente o valor da parcela. Ok? Abraço

  • Marcelo M

    Boa Noite Professor, tudo bem?

    Irei financiar 170 mil em aproximadamente 90 Parcelas (quase 8 anos), porém sempre consigo adiantar por volta de 30 mil a cada 3 meses. Ou seja, irei finalizar antes dos 8 anos pois irei adiantar várias parcelas. Qual seria a melhor forma de iniciar o financiamento, price ou SAC (visto que terei de 3 em 3 meses dinheiro para adiantar?) É melhor eu adiantar as parcelas de baixo ou as iniciais? Obrigado

    • http://www.profelisson.com.br Prof. Elisson de Andrade

      Olá Marcelo. A grosso modo, quanto mais você adiantar o valor das parcelas, melhor. Dê uma olhadinha nas cláusulas contratuais se não há alguma “penalização” de adiantar tantas parcelas assim, tão rapidamente (sempre bom se assegurar). Quanto ao sistema, o SAC fará que esse tempo de término dá dívida seja menor que na PRICE. Abraços

  • nessa22a@yahoo.com.br

    Ta mas em cima do que é esse reajuste em cima de que indice ( Valores, taxas em numeros) pra mim poder fazer uma simulçao do que teria de aumento esse ano por exemplo. Grata

  • Bruno

    Boa tarde Sr. Elisson.

    Estou comprando um apto no valor de 110 mil reais, pela tabela SAC a entrada fica 27 mil reais, c/ a 1º parcela de 480 reais e a última 205 reais. Pela tabela PRICE, a entrada fica 9.500 mil reais c/ parcelas de 465 reais (ambos no plano de 360 meses). Vou fazer pela PRICE. Obs. consegui tb uma promoçao pq o preço do apto passou de 118 para 110 mil reais. É vantagem fazer pela PRICE? Nos dias de hoje, para ter uma noção, qual a variação que as parcelas podem chegar, qual preço que posso vir pagar, posso chegar a pagar o dobro? independente, realizando pela PRICE, pelo que comentei é vantajoso?

    • http://www.profelisson.com.br Prof. Elisson de Andrade

      Olá Bruno. A “desvantagem” da Price é que se, as correções pela inflação, nesses próximos 360 meses forem muito altas, vc pode acabar aumentando consideravelmente a porcentagem de seu salário destinada ao pagamento da dívida (ou seja, uma parte cada vez maior da sua renda será destinada ao financiamento). Na SAC esse efeito é atenuado pela queda do valor das parcelas… (mas tem as desvantagens de valores maiores de parcelas no início…). Abç

  • simone

    Olá Professor,

    Ao fazer a simulação de um financiamento de 20 anos pela SAC e pela Price, o banco me garantiu que sobre as parcelas não incidirá correção alguma. As parcelas, segundo meu gerente, são fixas e conhecidas no ato do contrato de financiamento. Ora, sendo assim, é melhor contratar a Price, pois, como sou funcionária pública estável, se posso pagar 3 mil hojhe, poderei pagar daqui a 20 anos. E o que será 3 mil daqui a 20 anos?? Isso não deve ser bom para o banco, talvez por isso nem todos os bancos ofereçam a Price e, os que oferecem, cobram uma taxa de juros bem maior do que a SAC. Como posso me certificar do que está sendo dito pelo gerente?

  • simone

    Corrigindo, o banco garantiu que sobre a Price não incide nada sobre as parcelas, porque a atualização é projetada no ato do financiamento.

    • http://www.profelisson.com.br Prof. Elisson de Andrade

      Olá Simone. Existem muitos gerentes (que na verdade são vendedores) mal informados sobre o próprio produto que vendem. O seu raciocínio é que está PERFEITO, pois compensaria a PRICE se não houvesse reajustes periódicos da parcela, pela inflação. Daqui a 30 anos, a prestação poderia ser o preço de 3 chocolates (dos baratos), a depender da inflação do período.
      Infelizmente, isso não é possível, pois HÁ SIM reajuste periódico do saldo devedor, o que implica em aumento periódico no valor das parcelas, a depender do índice de inflação utilizado. Veja essa reportagem aqui, só como um pequenino exemplo: http://oglobo.globo.com/imoveis/especialista-aponta-as-diferencas-entre-sistema-de-financiamento-pelo-sac-pela-tabela-price-2999162
      Abraço e obrigado pela contribuição.

  • Luiz Antônio Alves da Silva

    Professor Elison de Andrade,

    Estou negociando a compra de um imóvel na planta, com entrega prevista
    para jan/15, com financiamento em 16 anos, pelo valor total de R$285.000,00. Minha intenção é dar uma entrada de R$105.310,64. De acordo com a tabela de financiamentos fornecida pela empresa, considerando uma taxa de 9,50% a.a., pelo sistema sac a 1ª parcela seria de 2.300,00 e a última de 942,99, e pela tabela price as prestações seriam de 1.781,03.

    Achei a prestação pela tabela price mais adequada ao meu orçamento.
    Gostaria de saber sua opinião sôbre o assunto, e se o sistema sac seria
    mais vantajoso neste caso.

    Agradeço antecipadamente.

    Cordialmente.

    Luiz Antônio

    • http://www.profelisson.com.br Prof. Elisson de Andrade

      Olá Luiz. Como digo no texto, o risco da tabela price é que será reajustada pela inflação nos próximos anos. Se esta começar a subir em velocidade muito superior aos seus rendimentos, irá começar a pesar no seu orçamento. A vantagem da SAC é que mesmo que a inflação aumente, o valor das parcelas diminui, atenuando o problema. Abraço.

  • Alinne Tomaz

    Bom dia professor, primeiramente quero agradecer e parabenizá-lo pelas excelentes explicações que me ajudaram bastante nos meus estudos e trabalhos sobre o sistema Price.

    Gostaria de saber se há um meio de fazermos uma planilha no excel com o Método de Gauss, pois já tentei fazer e não consegui. Poderia me ajudar?

    Muito obrigada!
    Alinne Tomaz

    • http://www.profelisson.com.br Prof. Elisson de Andrade

      Olá Alinne. Muito obrigado pelas palavras e elas, certamente, dão aquela motivação a mais para continuar publicando bons materiais. Quanto à planilha de Gauss, enviei no seu email um exemplo. Abraço.

  • Aurelliana Saraiva

    Que Deus te ilume nesta tua sabia caminhada, pois vc é um homem rico de conhecimento da ciência, e com sua forma de explicar tem ajudado várias pessoas, inclusive a mim que estou engatinhando em questões financeiras.

    • http://www.profelisson.com.br Prof. Elisson de Andrade

      Muito obrigado Aureliana. Suas palavras me inspiraram. Abç.

  • Mario Domingos

    Excelentes orientações e comentários. Era realmente tudo o que eu precisava para a tomada de decisão acerca de um contrato habitacional que celebrarei hoje junto à CEF. Farei a opção pelo sistema SAC no menor prazo em que eu puder suportar confortavelmente as prestações. Valeuuu! Que Deus te abençoe e te Ilumine. Um forte abraço.

    • http://www.profelisson.com.br Prof. Elisson de Andrade

      Olá Mário, eu que lhe agradeço pelas palavras elogiosas. Abração.

  • odair

    Boa Tarde professor !!

    Parabens pelo blog.. deixe me recorrer a sua ajuda , para uma duvida.

    Tabela Price x SAC, sempre foi vendida a ideia , que a price é parcela fixa, portanto vc sabe da primeira ate a ultima parcela o quanto vc vai pagar !!!
    Quando financiamos um carro em 60x o carne esta ali pronto e com todos os valores (tabela price).
    Ja no financiamento habitacional, isso nao ocorre, temos a correção.

    Perguntas:

    1- porque a diferença se ambos sao pela tabela price ????
    2- existe um prazo contratual maximo ou por se tratar de veiculos a regra muda ??

    abraços e muito obrigado

    • http://www.profelisson.com.br Prof. Elisson de Andrade

      Olá Odair, vamos para suas respostas.
      Matematicamente, a tabela price É calculada com parcelas fixas. Já a SAC, possui parcelas variáveis.
      Nos últimos anos, com a estabilização da economia (controle da inflação, principalmente), as instituições que oferecem financiamentos conseguem realmente assegurar o mesmo valor de parcelas, até o final, quando o prazo não é muito longo. Veja que, ao permitir um financiamento de 72 meses, por exemplo (um prazo com uma imprevisibilidade relativamente grande), com parcelas fixas, a financiadora corre GRANDES RISCOS de, por exemplo, a inflação disparar e os últimos valores a serem recebidos perderem muito de valor. Por isso, geralmente, esses financiamentos mais longos, para carros, possuem uma maior taxa de juros, para se precaver contra os imprevistos.
      Todavia, quando tratamos de financiamentos imobiliários, os prazos podem chegar a 10, 15, 20 anos. Aí é que a coisa complica, pois qualquer previsão é totalmente sujeita a erros. Portanto, como forma de proteger o valor do dinheiro, reajusta-se os valores das parcelas ao longo do tempo (tanto da price como da SAC). Isso não quer dizer uma mudança de METODOLOGIA DE CÁLCULO, que continua a mesma, mas somente incorporar correções monetárias para se proteger da inflação.
      Respondi a contento?
      Abração
      Elisson

  • odair

    obrigado professor….uma última dúvida. as correções inflacionarias aplicada na sac são as mesmas para price???Caso díspare uma inflação quem tiver pela sac vai levar desvantagem na correção???

  • Priscila

    Olá, professor, vou fazer um financiamento de 113.000 na tabela price pelo BB, minha prestação será de 700,00 , a cada 2 anos vou liberar meu fundo, que é de 4.000 nesse período, quanto irá abater na minha parcela.
    Obrigada pela atenção.

    • http://www.profelisson.com.br Prof. Elisson de Andrade

      Olá Priscila. Para “estimar” o valor da nova parcela, eu precisaria de mais dados do problema, como por exemplo, a taxa de juros, valor do seguro obrigatório etc. Todavia, no geral, as pessoas optam por continuar pagando o mesmo valor de parcela, porém, terminam em um tempo mais curto que o planejado. Abç.

  • Eliane Bispo de Souza

    Boa Noite !

    Vou fazer um financiamento de 92.200,00 a ser pago em 360 m pela tabela price do BB, minha prestação inicial será de R$ 477,16 o que você me aconselha?
    Obrigado pela atenção.

    • http://www.profelisson.com.br Prof. Elisson de Andrade

      Olha Eliane, meu conselho é que esse valor seja bastante seguro para o financiamento, pois sendo tabela price, as parcelas vão aumentar conforme a inflação e isso poderá subir mais que sua receita. Então, esteja preparada!!!!

  • Arlindo

    Professor,

    Considerando que, na tabela price, o valor da parcela varia em função do tempo e do saldo devedor, gostaria de saber se, ao adiantar um determinado número de parcelas, o valor das mesmas não deveriam ser recalculado. Desta forma, a parcela seria fixa caso o pagamento fosse realizado dentro do período pactuado. Assim, num financiamento de 24 meses, por exemplo, as parcelas seriam X se fossem pagas no período de 2 anos. Todavia, se adianto 10 parcelas, como estou diminuindo o tempo, bem como o saldo devedor as parcelas deveriam ser X-1. Estou certo ou errado ? Por que ?

    Abraço,

    • http://www.profelisson.com.br Prof. Elisson de Andrade

      Por favor, envie-me a dúvida por email (formulário de contato do blog). Abraços

  • Adriano

    Bom dia Prof. Tenho uma duvida ao longo tempos. Se eu eu faco um finaciamento tipo esse que ta no exemplo, R$ 20.000 , pago no final um juros de R$ 705,8, em 6 vezes, pergunto? se eu pagar duas prestacoes e quizer quitar, vou pagar valor da divida atual que seria R$ 13.465,56, ou pagar esse valor mais algum juros, ou seja, mais algumas prestacoes de juros.
    Pois sempre vejo pessoas reclamando disso. Desde ja agradeco

    • http://www.profelisson.com.br Prof. Elisson de Andrade

      O normal, quando se paga a vista, é pagar o valor do saldo devedor, que NÃO leva em conta os juros. Porém, existem alguns tipos de financiamentos que se paga uma “taxa” por querer quitar antes. Abraço.

  • Derlei Corte

    Professor,
    (URGENTE)

    escolha a fazer:

    1 – TABELA PRICE : 98 pretações: 1ª prestação: 3.940,00

    2- SAC: 240 prestações: 1ª prestação : 2.900,00

    o meu caso, estou quase decidindo pela PRICE, pois é direto com a construtora, e quem sabe poderia amortizar a última prestação ( se é que é possível, com descontos)
    Achei a SAC mais vantajosa, por outro lado 240 meses para mim, é muito tempo.
    Qual sua opinião desse PRBLEMA???
    pergunta que não quer calar: as prestações pela PRICE são reajustadas de que forma, meu medo é ela aumentar muito, por exemplo ir de 3.940 para 5, 6mil em questões de meses??
    obrigado, e parabéns pelo trabalho, abraços

    • http://www.profelisson.com.br Prof. Elisson de Andrade

      Olá Derlei. Uma das coisas importantes a serem consideradas é a taxa de juros. Se forem parecidas, a “desvantagem” da Price é exatamente a questão que mencionou. Como as parcelas são calculadas de maneira constante, elas só crescem com a inflação, ao longo do tempo, enquanto na SAC esse efeito é atenuado pela questão do valor das parcelas diminuir. Abç.

  • pedro luis

    Prezado professor Elisson, o que é mais vantajoso, presciso de 110 mil, devo financiar com o banco, em dez anos, no sistema sac, ou fazer um emprestimo consigando em folha, 72 vezes, taxa de 1,39 a.m, numa cooperativa de crédito, com cet de 10,80?
    Obrigado.
    Pedro

    • http://www.profelisson.com.br Prof. Elisson de Andrade

      De maneira geral, o melhor financiamento é aquele com menor taxa de juros efetiva!!!! Abç.

  • robson

    Olá, boa tarde

    Iniciei no ramo imobiliário a pouco tempo e tenho algumas dúvidas a respeito:

    – O que diferencia um sistema do outro?

    – Em que situação o Price é mais vantajoso? E o SAC?

    – Quais as vantagens e desvantagens desses dois sistemas?

    – Para financiamentos de longo e curto prazo, qual sistema seria mais apropriado?

    – O sistema price é calculado tambem sob a forma de juros simples?

    – Como faço para encontrar a amortização e o juros de parcelas futuras? (por ex: em um financiamento de 48 parcelas, como descubro a 24 parcela ?)

    São muitas perguntas não é mesmo? hehe…Li o seu artigo, achei bastante interessante, mas fiquei com estas duvidas em mente…
    Desde já agradeço…
    Tenha um bom dia!

    • http://www.profelisson.com.br Prof. Elisson de Andrade

      Vamos lá.
      – SAC parcelas variáveis, Price parcelas fixas
      – o Price é mais simples de implementar. o Sac é usado em sistemas imobiliários para atenuar o efeito da inflação
      – curto prazo só se usa Prica
      – o normal é juros compostos
      – se for price, as parcelas são as mesmas. Se for sac, vai no excel e faz uma a uma :)
      Abraço

  • Marina

    Este foi o site mais útil na minha pesquisa sobre financiamento de imóvel.

    Direto e claro!

    • http://www.profelisson.com.br Prof. Elisson de Andrade

      Obrigado pelos elogios Marina. Espero que goste também do restante do conteúdo :) Abç.

  • Bruna

    Bom dia Elisson,

    Estou prestes a financiar meu apartamento pela Price, caso futuramente eu queira trocar de plano, ir para o SAC eu posso?

    • http://www.profelisson.com.br Prof. Elisson de Andrade

      Não sei ao certo. Veja isso na própria instituição financiadora. Abç.

  • Danilo

    Boa tarde professor,

    estou vendendo o meu apartamento por R$250.000,00 e comprando outro no valor de R$500.000,00. Estava pretendendo financiar R$230.000 na SAC. Porém, a pessoa que comprou o meu acabou se enrolando na venda do imóvel dela e está demorando mais que o previsto pra eu receber o dinheiro da venda do meu.
    Por conta da urgência que tenho em finalizar a compra antes de virar o mês para não correr mais juros com a construtora, e adquirir logo as chaves, estava cogitando em financiar R$430.000,00 e assim que receber o valor da venda do meu ap., que deve acontecer em no máximo mais 20 dias após liberar o financiamento, abater R$200.000,00 na dívida do financiamento.
    Pelo meu entendimento, ao fazer isso, a dívida do financiamento seria recalculada e daria QUASE na mesma do que se eu financiasse R$230.000,00. Porém, em contato com a Caixa para saber se o meu entendimento está correto, fui informado que não, que simplesmente é abatido nos valores de trás pra frente, ou seja, sendo assim não compensaria eu financiar um valor maior pois a dívida final seria muito maior.
    Gostaria de saber se a informação que a Caixa me passou está correta? Pois se for assim, então não compensa nunca adiantar as parcelas.

    • http://www.profelisson.com.br Prof. Elisson de Andrade

      Olá Danilo.
      Matematicamente, em qualquer tabela utilizada, o saldo devedor em ambos os casos será o mesmo. O que pode acontecer, do MEU ponto de vista, são duas coisas:
      1) em alguns financiamentos, como de carro (imóvel eu não sei), existe a possibilidade (considerada ilegal por alguns) de pagamento de certa “multa”, por antecipar o pagamento das parcelas, antes de determinado período. Isso afetaria o financiamento, fazendo a segunda situação ficar pior.
      2) outra coisa que pode acontecer, matematicamente falando, é a seguinte. Se financiar 230 mil em 10 anos, o valor das parcelas seria bem menor que se eu financiasse 430 mil no mesmo período. Se faço essa segunda opção e quito 200 mil, ou seja, abatendo as parcelas de “trás para frente”, eu terminaria de pagar a dívida bem antes de 10 anos, mas com as mesmas parcelas altas do início do financiamento de 430 mil. Se olharmos por esse ponto de vista, ao financiar 230 mil em 10 anos dará valores diferentes de parcelas do que quitá-lo em menos tempo com um valor maior mensal.
      Quem sabe essa reflexão não ajude!!!!!
      Abraço
      Elisson

  • Celia Kiyoko Kojima

    Boa dia, professor.

    Nos seus comentários acima o Sr. os faz considerando, no caso da tabela price, as modalidades dos juros?

    Um abraço.

    • http://www.profelisson.com.br Prof. Elisson de Andrade

      Olá Celia. Em uma análise matemática que não leve em consideração cláusulas contratuais que trazem complicações para a análise, tudo o que falei serve para qualquer modalidade de financiamento (tanto price como SAC). Abç

  • Renato Junior

    Professor, estou com muita duvida sobre como é a correção no PRICE. É feita mes a mes? Geralmente é feita pela TR? Mas a TR não está baixa? Como assim é corrigido pela inflação? Nao consigo essa informação na Caixa Economia Federal. Por favor, estou prestes a tomar um financiamento e já tinha me decidido pelo PRICE

    • http://www.profelisson.com.br Prof. Elisson de Andrade

      Olá Renato. A intenção desse artigo não era a de aplicar, na prática, o exemplo para financiamentos – que não é algo de meu conhecimento, como está funcionando atualmente. PORÉM, devido às muitas dúvidas existentes, vou preparar um material completinho, em que publicarei posts sobre como comprar imóveis, onde estudarei a fundo essas peculiaridades dos financiamentos imobiliários. Portanto, desculpe-me não conseguir ajudar no momento. Mas é OBRIGAÇÃO do banco lhe explicar direitinho como isso funciona. Abraço e obrigado pela visita.

  • Fabio

    Olá Professor, se possível gostaria da sua opinião sobre uma situação. Estou pegando um empréstimo utilizando o meu imóvel quitado como garantia, o que me permite usufruir das taxas mais baixas de financiamento imobiliário em comparação com aqueles sem garantias. O sistema de amortização é o SAC e estou na dúvida se opto por 180 ou 360 meses. Em ambos os casos a parcela cabe no bolso, mas claro que em 360 fica mais tranquilo. Mas a minha expectativa é de quitar esta dívida em curto prazo (de 2 a 4 anos) com a venda de outro imóvel ainda em construção. Por isso gostaria de saber se optando por 360 meses eu perderia mais dinheiro no momento da quitação do débito. Muito obrigado pela a sua ajuda e parabéns pelo site bem elaborado e por ceder a sua experiência auxiliando o público leigo, como nós. Abraço.

    • http://www.profelisson.com.br Prof. Elisson de Andrade

      Olá Fabio. Sou eu quem agradeço a visita. A princípio, vc terá que verificar no contrato do empréstimo se existe alguma penalização se você quitar a dívida antes do tempo (infelizmente, apesar de parecer ilegal, existe casos assim). Segunda coisa é olhar se a taxa de juros para 180 e 360 meses são iguais. Se não forem (a lógica é que a taxa menor seja para o menor prazo), prefira o que possui taxas de juros mais modestas. Ok? Abraço.

      • Fabio

        Olá Professor, obrigado pelos esclarecimentos. Permita-me tirar apenas mais uma dúvida. Supondo que o valor do empréstimo seja de R$150mil e eu pague durante 2 anos e ao final eu decida quitar o débito. O valor de quitação corre o risco de ser maior que o valor tomado como empréstimo? Imagino que este valor seja próximo tanto no caso de 360 quanto em 180 meses, ou estou errado? Além disso, uma outra possibilidade seria optar pela tabela Price, já que a quitação será a curto prazo. Valeria a pena? Obrigado novamente. Abraço!

        • http://www.profelisson.com.br Prof. Elisson de Andrade

          Olá Fábio. Se pagar as parcelas direitinho, o valor do “saldo devedor” TEM que ser menor que o valor emprestado inicialmente. Esse valor será bem menor no caso de 180 meses, pq o valor das parcelas pagas foram maiores, e a dívida está sendo amortizada mais rapidamente. E comparando price e sac, o valor a ser pago será menor na SAC, pq vc pagou mais mês a mês e a dívida caiu mais rapidamente. Abç.

          • Fabio

            Obrigado Professor! Você me ajudou bastante! Grande abraço.

          • http://www.profelisson.com.br Prof. Elisson de Andrade

            Sou eu quem gradeço Fábio. Abç.

  • Paulo Rogerio Alves Macedo

    Ola professor pretendo fazer um financiamento, mas de inicio com a entrada que tenho so consigo pela tabela Price depois de um tempo consigo mudar para Sac na caixa, isto é um procedimento normal ou não? Ou uma vez na price não poderei mudar o sistema?

    • http://www.profelisson.com.br Prof. Elisson de Andrade

      Creio que não poderá mudar, mas precisa ver isso no próprio banco… Abç

  • Cláudio

    Olá Prof, estávamos querendo fazer uma venda casada, ou seja, vender nosso atual apartamento para quitar o saldo devedor do que iremos morar (R$201.000,00). Porém, já está na hora da entrega do apartamento novo e ainda não conseguimos vender o atual. Estamos pensando em financiar esse saldo devedor para quitarmos a dívida assim que conseguirmos vender o apartamento, acredito que em poucos meses. Qual seria a melhor forma de financiamento? Fiz simulações em 3 bancos, todos com a SAC em 360 e 420 meses e a prestação inicial ficou em torno de R$ 2.000,00. Seria a melhor altenativa, repito, para quitar poucos meses depois?

    • http://www.profelisson.com.br Prof. Elisson de Andrade

      Olá Cláudio. É preciso ver na instituição na qual irá fazer o financiamento se há alguma taxa adicional se vc quitar uma dívida longa num prazo curto… Se não houvesse nenhum problema, seria uma solução boa. Caso contrário, irá pagar valores adicionais do empréstimo, o que tornaria a questão um pouco mais complicada… Abç

  • michele balbino

    olá professo
    estou com duvida se a parcela aumenta na price ao longo dos anos ou se ela se mantém no mesmo valor ou valor aproximado, pretendo fazer um financiamento com parcelas de 509,00 por 300 messes conta taxa de 4,5% valor financiado 110.000 mil, pela minha condição financeira me parece mais atraente pois não preciso dar entrada e o valor da parcela não compromete minha renda, quero saber se realmente a parcela ira subir o valor ao longo dos anos?

    • http://www.profelisson.com.br Prof. Elisson de Andrade

      Olá Michele. O valor das parcelas aumentam sim. Vc precisa ver no seu contrato como isso se dá, qual a periodicidade e quais índices são usados para o reajuste. Abç.

  • Bruna Gomes

    Olá Professor!

    Eu e meu noivo estamos negociando um imóvel no valor de R$ 185.000,00, mas não temos um alto valor para a entrada. É verdade que a tabela Price, possibilita a compra com apenas 10% de entrada?

    • http://www.profelisson.com.br Prof. Elisson de Andrade

      Olá Bruna. Isso creio que dependa de banco para banco. Em breve estarei lançando um especial sobre imóveis, com todas essas informações que pesquisarei com mais detalhes. Aguarde!!!! Abç.

  • Pingback: ()

  • Rogério

    Prezado Prof. Elisson

    Uma pessoa causou-me um prejuízo profissional de R$50.000,00 e não tem dinheiro para me pagar a vista.
    Fizemos um acordo dele pagar em prestações em 48 x a juros de 2%am.
    Ele pretende pagar as prestações e conforme dispuser de mais capital, fazer pagamentos maiores, diminuindo o numero de meses.
    Neste caso, como serei eu o recebedor, seria melhor utilizar a tabela price ou SAC?
    Existe ainda o detalhe que os bancos ainda cobram o IOF caso eu peça este financiamento para dispor hoje do capital. O senhor sabe como é este cálculo?

    • http://www.profelisson.com.br Prof. Elisson de Andrade

      Olá Rogério, já lhe respondi por email… abç

  • luis carlos porto

    Boa tarde Professor:
    Tenho um financiamento habitacional com a CEF. Pela tabela SAC.
    Financiei R$ 105.000,00, no prazo de 360 meses já paguei 39 parcelas . A última foi de R$ 1.031,00, neste mês veio com o valor de R$ 1.058,00, em vez de diminuir aumentou.
    Minha pergunta é a seguinte: está correto este valor. E o saldo devedor em meu extrato consta R$ 95.557,00.
    Tenho um valor que poderia quitar está dívida, se eu solicitar a quitação o valor do saldo devedor diminuiria ou fica como está, R$ 95.557,00.
    Ou se eu resolve-se adiantar um valor de R$ 50.000,00, seria melhor diminuir o valor da parcela ou o numero de parcelas?
    Se eu der R$ 50.000,00, diminui o valor do saldo devedor e o valor das proxímas parcelas? Ou só o saldo devedor?

    • http://www.profelisson.com.br Prof. Elisson de Andrade

      Olá Luis
      Tem que ver como é reajustado o valor das parcelas. Por exemplo, se a inflação for maior que a diminuição do valor das parcelas, ela sobe mesmo.
      Se vc adianta um dinheiro, diminui o saldo devedor. Matematicamente isso significa que se continuar pagando o mesmo valor de parcela, termina antes, OU para um mesmo prazo, pode diminuir o valor das parcelas. Aconselho pagar a mesma coisa e terminar antes…
      Abç

  • Pedro Roberto

    Parabens pelos comentarios, comprei um terreno no valor de 70.000,00 reais em 120 meses paguei 30 meses o valor de 25.250,00 e o loteador quer o valor de 66.260,00 para quitação isto esta correto.

    • http://www.profelisson.com.br Prof. Elisson de Andrade

      Olá Pedro, dê uma olhada em um de meus últimos posts, sobre a influência da inflação na tabela price. Provavelmente é isso. Abç.

  • Gabriela Resende

    Boa noite professor, Muito interessante esse artigo. Tava exatamente com essa dúvida sobre qual sistema de amortização é mais vantajoso para liquidar um financiamento.
    Consegui até fazer alguns exercícios da faculdade com essas planilhas. Mas agora to estudando o método gauss e não sei montar o método gauss no excel para comparar com o sistema price. Tem como fazer no excel, professor?

    Obrigada pela atenção!

    • http://www.profelisson.com.br Prof. Elisson de Andrade

      Olá Gabriela. Sim, é possível fazer no excel, mas infelizmente não possuo nenhuma planilha pronta, no momento. Quem sabe em breve não faço um artigo sobre isso! Abç.

  • Wendell

    Olá professor.
    Parabéns pelo site!
    Me deparei com 2 situações
    entrada de R$49.663,66, financiamento de R$140.681,34 em 360x de R$780,00 pela PRICE ou R$1.214,99 com a última em R$416,00 pela SAC.

    Levando em consideração que pretendo quitar 30 mil a cada 2 anos, qual das 2 será a melhor?
    Muito obrigado!

    • http://www.profelisson.com.br Prof. Elisson de Andrade

      Nesses casos sempre sugiro a SAC, pois devido aos pagamentos maiores no início, quando comparado à PRICE, diminui-se a dívida mais rapidamente. Abç.

  • Eliana

    Olá professor! Achei muito prática sua explicação, consegui entender perfeitamente a diferença e consegui aplicar em planilha.
    Gostaria de confirmar uma informação: Posso dizer então que para o Incorporador a tabela price seria a melhor escolha para parcelamento a longo prazo no intuito de receber mais(valor final).

    • http://www.profelisson.com.br Prof. Elisson de Andrade

      Olá Eliana. Não vejo por esse lado. Como o dinheiro têm valor no tempo, não é possível fazer uma análise através da soma de parcelas. Se a taxa de juros for a mesma, as tabelas são, a princípio, semelhantes. A diferença é no fluxo de caixa e isso vai depender do que acontecer no futuro, algo que não podemos controlar. Em breve vou montar um curso sobre os riscos de financiamentos de longo prazo, daí essa questão ficará bem melhor explicada. Aguarde. Abç.

  • Danielle

    Professor, preciso da sua ajuda.

    Eu e meu noivo estamos comprando um apartamento no valor de 140 mil.Decidimos pela price pois pela sac teríamos que desembolsar 17 mil a mais que não temos no momento.
    Estamos com medo das parcelas no futuro,pois só vamos conseguir adiantar a cada 2 anos um valor de R$10 mil do fgts (previsão), e como a Price tem atualizações pela inflação parece ser muito arriscado, e que as parcelas podem subir demais. Esse nosso medo procede?As parcelas podem subir muito ao longo do tempo? Estamos pensando na possibilidade de vender o carro para passarmos para sac (ainda não assinamos o contrato do financiamento), você aconselharia a tentar arriscar um pouco agora, apertar o orçamento e utilizar a Sac ao invés da Price? É um risco muito alto a price?A estimativa da parcela da Price é de R$900,00, se vamos receber o ap só em 2015 esse valor já vai ter aumentado? Obrigada!

  • Rodrigo

    Olá Mestre, muito bom seu site e seus posts!
    Poderia tirar contigo uma dúvida?
    Estou comprando um imóvel (meu primeiro) como investimento (vou alugar), e o negócio está mais ou menos assim: o valor do imóvel é R$ 230 mil e me renderá de aluguel (quando alugado) o valor de R$ 1500 reais por mês (valor de hoje).
    Minha dúvida é: tabela price, sac ou um consórcio contemplado (R$ 42 mil de entrada e mais 170 parcelas de R$ 1.411?
    Obrigado!

    • http://www.profelisson.com.br Prof. Elisson de Andrade

      Olá Rodrigo. A primeira coisa é analisar se nos dias de hoje imóvel é um bom investimento. A resposta para isso eu não sei e ninguém sabe, mas que é no mínimo, arriscado. Em segundo lugar, não sou especialista em imóveis, e não sei como estão as condições de consórcio contemplado. Em relação a financiamentos, acabo sempre sugerindo a SAC, se ela couber no seu bolso, pois atenua os efeitos das correções periódicas no valor das parcelas. Mas friso mais uma vez, independentemente de o sistema escolhido para pagar o imóvel, seu maior risco está na decisão em si. Abração.

  • Rita Bevilacqua

    Boa tarde, professor. Gostaria de tirar uma dúvida: em 1º de agosto de 2012, fiz um contrato de financiamento imobiliário junto ao BB, Ag. Recreio, no valor de R$140.000,00, para pagamento em 14 anos, pelo sistema SAC. Este valor complementaria o preço de um apartamento no Recreio dos Bandeirantes. Como não gostei de morar aqui, vendi o apartamento e pedi ao BB para me informar o saldo para eu quitar o financiamento. A gerente da minha conta não tem muita experiência em financiamentos. Fiz o pedido no dia 14 e até ontem 24, ela me dizia que não conseguia acessar o sistema, pq estando em final de semestre, o sistema é muito acessado… etc. Ontem avisei à mesma que iria passar na agência hoje, 25, junto com a corretora que está intermediando a venda. Não é que de tarde ela me ligou avisando que tinha conseguido o valor… Só que este valor é maior do que o saldo em minha planilha, após o pagamento da parcela de junho. Pergunto: no sistema SAC, o valor devido para quitação, não é descontados dos juros embutidos nos cálculos? Fiquei muito intrigada, e não tenho a quem pedir ajuda. Falei com uma gerente, de Ipanema, que me disse que não pode saber do que é financiado em outra agência. Hoje quando passei na Agência a gerente me deu um documento para assinar, autorizando ao Banco retirar o valor de R$132.600,00, de minha conta, para efetuar a quitação. Fiquei intrigada pq ela não me mostrou na tela do PC, a informação deste valor. Agradeço muito se me informar se o Banco está correto, e caso contrário, o que posso fazer, a quem posso recorrer.
    Grata, Rita

    • http://profelisson.com.br/ Elisson de Andrade

      Olá Rita. Da maneira como expôs o problema é complicado eu saber qual a planilha está correta – a sua ou o valor informado pelo banco. Na verdade, o banco é obrigado a informar todos os detalhes da transação ao cliente, para que vc possa comparar sua planilha a deles. Em caso de problemas com isso, creio que poderá acessar o próprio procon para mais informações de como proceder. Ok? Abç.

      • Rita Bevilacqua

        Penso que devo voltar ao Banco e pedir que me mostrem, no sistema, a composição do valor informado. Um dos gerentes veio me explicar que no caso do SAC o valor não diminui. Só no caso da tabela PRICE. Isto procede? obrigada por tudo. Abraço.

        • http://profelisson.com.br/ Elisson de Andrade

          Olá Rita. Tecnicamente falando, o gerente falou bobagem. Qualquer que seja o sistema de amortização, a dívida tem que diminuir com o tempo, e isso se dá mais rapidamente na SAC que na PRICE, para um mesmo valor financiado e taxa de juros. Abç e volte aqui para contar como foi com o gerente.

          • Rita Bevilacqua

            OK. Vou informá-lo do que passarem pra mim no Banco. Aquela agência não tem muita experiência nesta área. Prá sair o financiamento foi um Deus nos acuda!
            Que Deus me ajude! Tenha uma boa noite! Abraço.

          • http://profelisson.com.br/ Elisson de Andrade

            Abç Rita.

  • Aldemir de Souza Borges

    PROF. Boa noite, tenho um contrato habitacional com a CEF. no sistema SAC, estou querendo quita-lo antecipadamente, hoje meu saldo devedor é de 42000 reais, é possível que eu tenha desconto na quitação do meu financiamento?
    responda para meu e-mail, (aldemirdesouza@yahoo.com.br)

    • http://profelisson.com.br/ Elisson de Andrade

      Olá. Não acredito na possibilidade de desconto, pois o que os bancos querem é que continue a pagar as parcelas, pois nelas estão embutidos os juros. Abç.

  • Rodrigo Arantes

    Bom dia! Estou pensando em financiar 400 mil reais. Pelo SAC a prestação
    inicial é de 3.600,00 e pelo PRICE a prestação inicial é de 2.900,00. A
    taxa de juros de ambos é 7,4%. Penso em utilizar a PRICE. Explicação:
    Nos próximos dois anos terei que gastar com os móveis (cerca de 80 mil
    reais). Após esses dois anos vou amortizar 1.000,00 mensalmente. Se eu
    amortizar mensalmente, a tabela PRICE se igualará à SAC (pois a
    taxa de juros de ambos é idêntica) ou até mesmo será melhor, caso eu
    amortize mais do que a amortização constante e obrigatória do SAC. Não
    gosto muito de
    utilizar o SAC porque este me obriga a amortizar mensalmente, enquanto a
    PRICE me dá a oportunidade de eu investir essa diferença em outra
    aplicação. Ou até mesmo em guardar o dinheiro para viajar e viver com
    mais luxo, já que se eu morrer o imóvel será quitado pelo seguro e minha
    família terá uma vida boa, pois além do imóvel quitado ela ficará com a
    grana que ficou guardada no banco rsssss. É.. PRICE é melhor.

    • http://profelisson.com.br/ Elisson de Andrade

      Olá Rodrigo. Realmente, se fizer a Price, mas pagar a mais, como se fosse uma parcela SAC, não vai haver diferença mesmo. Quanto à questão de poder guardar a diferença em uma aplicação, isso só faria sentido se a taxa de juros que conseguisse no investimento fosse maior que dos juros do financiamento, o que, em geral, pode ser difícil de acontecer. Abç e vida longa!!!!!!!!!!!!

      • Rodrigo Arantes

        Na verdade, uma aplicação que dê 7,4% a.a é fácil. Cooperativas de crédito dão 0,6205% a.m., o que dá, 7,7% a.a. Claro que além disso tem a TR e os seguros mensais, então o custo efetivo é maior. Além disso, o dinheiro na mão hoje vale mais do que no futuro. Abraços.

  • Guilherm Faro

    Boa noite,

    Professor Elisson, gostei muito de sua explicação e pude compreender melhor o funcionamento do sistema de amortização. Porém ao longo do artigo me surgiu algumas duvidas as quais eu gostaria muito que o senhor pudesse me esclarecer. Pois bem: Estou interessado em adiquirir um imóvel, mais precisamente um apartamento, cujo o valor é de 150.000,00 reais, este empreendimento esta sendo vendido com o programa Minha Casa Minha Vida. Realizei uma simulação no site da Caixa Economica e me deparei com três formas de amortização de juros as quais eu poderia optar, sendo elas: “Price”, “SAC” e “SAM”. Ao realizar a simulação com a tabela “Price”, pude observar que o valor da primeira parcela caiu e muito quando comparado com o valor da tabela “SAC”, e dado ao fato deu estar adquirindo um imóvel no prazo de 360 meses não me pareceu muito atrativo optar pela tabela “Price”, entretanto ao realizar a simulação com a tabela “SAM” notei que o valor da primeira parcela diminuiu consideravelmente quando comparado com a tabela “SAC”, porem ainda um valor um pouco mais alto do que a tabela “Price”. Sendo assim fui atrás de buscar informações de qual seria a diferença entre a tabela “SAM”para as outras, mas unica informação que consegui a respeito foi de que ela é uma tabela mista, mas não entendi muito seu funcionamento e principalmente suas vantagens e desvantagens quando comparada com as outras. A demais gostaria muito que o Professor pudesse me fornecer uma explicação de como funciona essa tabela e se realmente compensa eu utilizar esse sistema de amortização para adquirir meu imóvel Desde já agradeço, muito obrigado.

    • http://profelisson.com.br/ Elisson de Andrade

      Olá Guilherm Faro. Em breve lançarei um curso sobre isso. Como o nome diz, SAM é uma mistura de Price com SAC. Eu sempre aconselho a SAC, pois se amortiza o saldo devedor mais rapidamente no início e acaba atenuando os efeitos das correções. Em breve entro em contato sobre o curso. Abç.

  • Ana Carolina Souza

    Elisson

    Boa tarde

    Pode me responder uma duvida.
    Eu tenho que financiar meu apartamento agora no proximo mês
    Pela tabela Price consigo financiar o valor que preciso, já pela Sac não.
    Posso escolher qual a tabela que eu irei utilizar ou depende da caixa e da construtora?
    Fico no aguardo

    Muito obrigada

    • http://profelisson.com.br/ Elisson de Andrade

      Respondido por e-mail Ana. Abraço.

  • Marcos Mateus

    Boa Tarde Elisson,

    Estou com uma certa dificuldade em realizar uma planilha de adiantamento de parcelas utilizando o Método Gauss, poderia me ajudar??

    Desde já Grato..

    • http://profelisson.com.br/ Elisson de Andrade

      Olá Marcos. Estou cheio de projetos novos e creio que não terei tempo de lhe atender a contento. Desculpe-me.

  • Rodrigo Moulin Foletto

    Olá professor elisson. Tenho um financiamento na caixa no sistema SAC. Quero abater um valor de 50000,00 e me deram a opção de diminuir o número das prestações (de 347 cairia para 240 prestações) ou diminuir o valor das parcelas e manter o número de prestações. A minha duvida seria: qual das duas formas eu estaria pagando menos juros sobre o montante?

    Grato.

    • http://profelisson.com.br/ Elisson de Andrade

      Olá Rodrigo. Aconselho diminuir o número das parcelas e se livrar da dívida o quanto antes. Em breve vou fazer um curso sobre isso e lhe darei mais detalhes por email. Abç.

  • ana paula damaceno

    olá professor Elisson bom dia! gostaria que vc tirasse uma dúvida estou comprando uma casa ela fica pronta agora em agosto é casa nova estou comprando direto como dono preciso sair da onde eu moro e como eu não tenho dinheiro de entrada tenho 6 mil para a documentação a sobrinha dele que é acessora e advogada me falou dessa tabela price que não precisa dar entrada mas o valor das parcelas não sobem e nem abaixa ela já viu o meu olerite minhas rendas que eu ainda recebo do inss e falou q naotem pq a caixa não liberar que da tudo certo sim mesmo os juros sendo altos agora p mim no momento não estou me importando não, preciso é sair daqui é precisão,quero saber se pela tabela price a caixa demora para liberar a casa e se realmente não é preciso dar entrada mesmo? não gosto de ficar especulando muito com a acessora para que ela não ache eu chata rsrsrssrsr aguardo sua msg pelo e mail é ate mais fácil eu ver sua resposta é ryanadamaceno@gmail.com muito obrigadlo ana Paula um abraço…

    • http://profelisson.com.br/ Elisson de Andrade

      Olá Ana. Em relação ao valor das parcelas, elas são corrigidas periodicamente sim, como por exemplo, por algum índice de inflação. O método de cálculo da Price é de valores fixos, mas obviamente precisa corrigir esse valor ao longo do tempo, e as parcelas mudarão.
      Em relação aos riscos, que vc diz não se importar, logo logo estarei lançando um curso sobre isso e lhe convidarei para saber mais sobre isso. Abração.

  • Guest

    Olá, prof. Elisson..
    tenho uma entrada de 4.000. Consigo realizar meu sonho de comprar meu imóvel por esse sistema? Se quiser, pode responder por email.

    Desde já, agradeço pela resposta.
    Abs.

  • Bruna

    Olá, prof. Elisson..
    tenho uma entrada de 4.000. Consigo realizar meu sonho de comprar um imóvel por este sistema? Se quiser, pode responder por email.

    Desde já, agradeço pela resposta.

    Abs.

    • http://profelisson.com.br/ Elisson de Andrade

      Olá Bruna, isso você terá que ver com a própria instituição financeira, pois ela deverá “analisar seu crédito”. Espero ter ajudado. Abç.

  • jazidajfrost

    Olá Alisson,

    Tenho um financiamento CDC de R$5.500,00 em 36 x R$273,19 que da no total R$9.834,84, já paquei 25 que da R$6.829,75, quero fazer a quitação do restante de R$3.005,09 baixaram somente R$338,00 do saldo devedor, sabe me dizer se este desconto está correto ou tenho direito a pagar menos?

    Obrigado desde já.

    Atencisamente.

    Jader Guimarães

    • http://profelisson.com.br/ Elisson de Andrade

      Olá Jader. Primeiro que o cálculo correto a se fazer não é esse que você indicou. E para fazer certinho, precisaria desenvolver uma planilhinha e saber a taxa de juros. Abç.

      • Ronaldo Oliveira

        Tenho dois CDC’s e pretendo aprender a produzir ou então ter em mãos essas planilhas Elisson, queria saber o montante necessário para quitá-los na data que programei. Já comecei a poupar para isso. Aguardo uma resposta. E-mail: pimentels2oliveira@gmail.com

  • Olenice Lucas

    Olá Allisson!

    Estou pensando em adquirir um imóvel pelo sistema price, pela facilidade da entrada. Queria saber se após o último pagamento do financiamento há a possibilidade do valor final do imóvel ser reavaliado.

    Agradeço desde já.

    • http://profelisson.com.br/ Elisson de Andrade

      Olá Olenice. Desconheço essa possibilidade!!! Abç

  • Mr Raymond Hills

    Dear Sir / Madam,

    Antes de quaisquer outras palavras, em primeiro lugar você está convidado a Raymond Hills Finance Company

    Você precisa de ajuda financeira? Você precisa de um empréstimo para expandir o seu

    negócio? Você precisa de um empréstimo para iniciar um negócio em grande escala?

    Você precisa de um empréstimo que pode mudar a sua vida e seu presente financeira

    status?

    Você precisa de um empréstimo urgente ou de emergência para colocar as coisas no lugar certo?

    Então você está na casa certa para todo o seu empréstimo qualidade projetado para atender

    suas necessidades.

    A empresa de empréstimo de classe mundial comprometida com apenas empréstimo. Nós damos a empresas start up e expansão de empréstimos Business to Business Homens e Mulheres em perspectiva, a uma taxa de juros baixa e acessível de 3% e um reembolso a longo prazo

    duração da sua escolha.

    Os candidatos interessados ​​são obrigados a fornecer as informações abaixo, e

    entre em contato conosco via

    e-mail: raymondhillsfinance@yahoo.com

    website: http://www.raymondhillsfinance.wix.com/raymondhillsfinance

    FORMULÁRIO DE PEDIDO DE EMPRÉSTIMO

    ================================

    Nome? ……………….

    Segundo Name? ………………

    Parente mais próximo? ……………………

    Contato Endereço? ……………..

    Age? ……………………..

    Sexo? ………………..

    Número de Telefone? …………..

    Estado Civil? ……………..

    Ocupação? ……………

    posição? ……………..

    renda mensal? …………..

    Valor do empréstimo? ……………..

    Propósito para o empréstimo? ……………

    duração? ………………..

    País? ………………..

    Candidatou-se para o empréstimo antes? …………

    você entende Inglês? ……………..

    Estamos ansiosos para uma relação comercial mais forte com você.

    Raymond Hills

  • edna

    Olá professor Elisson,

    Gostaria de confirmar se é
    verdade que para fazer financiamento pela CEF, através da tabela PRICE é
    preciso ter renda mínima de R$ 3.275,00? Pois, fiz a simulação em uma
    imobiliária para comprar o imóvel e pela PRICE daria tudo certo (renda,
    valor de entrada e parcelas), só que a corretora falou com o despachante
    e ele afirmou que a renda mínima exigida pela CEF é de R$ 3.275,00 para
    aquisição de imóvel pela tabela PRICE, o que me impossibilitou de fazer
    a compra. Achei estranho, pois, minha renda estaria dentro do
    necessário pela simulação no site da Caixa, então, porque eu consigo
    fazer a simulação no simulador da Caixa, como se não houvesse problema
    algum referente à renda?

    Muito obrigada.

    • http://profelisson.com.br/ Elisson de Andrade

      Olá Edna. Tais informações técnicas apenas com a CEF. A aprovação de crédito é só com eles mesmo. Desculpe-me. Abç.

  • Daniel Souza

    Bom dia professor o banco financiara 138.000,00 a partir de uma entrada de 22.000,00 de um imovel que estou adquirindo pela tabela price, que sera parcelado em 360 meses com taxa de 0,8 a.m e parcela fixa de 1.200,00. Ja o sistema sac liberaria 115.000,00 para financiamento mas com uma entrada de 46.000,00o qual eu nao teria condiçoes devido ao valor de entrada ser muito alto. financiaria com mesma parcela inicial e mesma taxa de juros a.m. Qual a diferença de valores no final de cada financiamento??? Qual sua opiniao vc acha que é válido financiar o imovel pela tabela price nessas condiçoes??? Obrigado

    • http://profelisson.com.br/ Elisson de Andrade

      Olá DAniel. Então, olhando dessa forma, vc tem duas opções. Price ou NÃO FINANCIAR. Todo financiamento de longo prazo possui RISCO (não só de imóvel), pois há uma incerteza muito grande de como a economia vai se comportar no futuro. O bacana não é se vale ou não a pena, mas se vc está ciente dos riscos futuros. Em breve vou fazer um curso sobre isso: fique atento. Abraços.

    • http://profelisson.com.br/ Elisson de Andrade

      Olá DAniel. Essa questão é MUITO difícil de responder, pois depende de diversas variáveis. No geral, é bacana vc assumir uma parcela, como vc bem disse, que não comprometa sua renda de forma significativa, e tentar guardar dinheiro para ir amortizando a dívida de tempos em tempos. Em muito breve estarei lançando um curso sobre isso, daí utilizo o email aqui cadastrado para lhe avisar, caso ainda queira ter informações mais detalhadas. Abração.

  • Amanda

    Olá prof Edson, gostaria de saber se é verdade que na compra de um imóvel na planta, posso assinar o contrato com a construtora pela tabela price e mudar o financiamento para Sac quando for assinar com a caixa? Obrigada

    • http://profelisson.com.br/ Elisson de Andrade

      Desculpe-me Amanda, mas não possuo essas informações mais específicas. Desculpe-me.

      • Amanda

        Você sabe se tem algum lugar que posso confirmar isso? Pois o corretor me disse que posso, mas quero ter confirmação de outra fonte.
        Obrigada

  • Walkiria Godoy

    Professor Elisson.
    Estou comprando um imóvel por financiamento.
    No momento, posso assumir parcelas máximas de R$ 1.300,00/mês sem comprometer minha renda.
    Nessa circunstância posso optar pela amortização SAC, que eu pagaria ao final do contrato um total de R$ 278.477,00 em 320 meses ou pela Price que somaria um montante de R$ 226.207,00 em 180 meses ambas com o mesmo percentual de juros anuais de 8% e com primeiras parcelas de R$ 1292,00.
    Estava pensando em optar pela Price em menor tempo, seria a melhor opção neste caso?

    • http://www.profelisson.com.br Prof. Elisson de Andrade

      Olá Walkiria. Essa questão é MUITO difícil de responder, pois depende de diversas variáveis. No geral, é bacana vc assumir uma parcela, como vc bem disse, que não comprometa sua renda de forma significativa, e tentar guardar dinheiro para ir amortizando a dívida de tempos em tempos. Em muito breve estarei lançando um curso sobre isso, daí utilizo o email aqui cadastrado para lhe avisar, caso ainda queira ter informações mais detalhadas. Abração.

    • http://profelisson.com.br/ Elisson de Andrade

      Olá Walkiria. Essa questão é MUITO difícil de responder, pois depende de diversas variáveis. No geral, é bacana vc assumir uma parcela, como vc bem disse, que não comprometa sua renda de forma significativa, e tentar guardar dinheiro para ir amortizando a dívida de tempos em tempos. Em muito breve estarei lançando um curso sobre isso, daí utilizo o email aqui cadastrado para lhe avisar, caso ainda queira ter informações mais detalhadas. Abração.

  • Andre Velozo

    Professor minha duvida e o seguinte, estou querendo comprar um aparatamento mais minha intenção é de quitar antes do período proposto pelo financiamento neste caso qual tabela você me indicaria! desde já obrigado

    • http://profelisson.com.br/ Elisson de Andrade

      Olá André. Tudo vai depender das condições que o banco lhe oferecer. A Price dá uma folga no orçamento no início, e a SAC quita mais rápido. Difícil dar uma opinião sem um contexto ainda maior. Em breve vou fazer um curso que permitirá que todos tomem a melhor decisão para si. Aguarde.

  • Ronny

    Fala,Professor!

    Voce é a esperanca pra tirar minha duvida.

    Cenario

    Fiz algumas simulacoes de financimaneto imobiliario na Caixa pelo SAC e Price.

    Tenho disponivel mensal para pagar de parcela 3000.00,mas a caixa nao libera uma parcela desse valor pra mim,pois passa dos 30% permitido da

    minha renda(até aqui tudo bem eu já sabia). Se o problema nao fosse minha renda eu teria duas opcoes,na primeira eu pagaria nas primeiras

    prestacoes pelo SAC o valor de 3000.00,na segunda opcao eu pagaria 2300.00 pela Price,sabendo todas as diferencas de amortizacoes entre

    os dois sistemas,ja que a caixa nao libera pelo SAC,eu poderia “tranformar” o meu Price no SAC amortizando o mesmo valor(nessa caso

    amortizacao extraordinaria mes a mes) que o SAC amortizaria?Só pra fugir do limite dos 30% colocados pelo banco?

    Na teoria me pareceu muito valido e seguro,ate porque se em algum mes eu precisasse fazer algo e nao quisesse amortizar um valor maior,nao teria problema.

    Pra fazer mais sentido esse meu exemplo…imagine que no SAC a amortizacao fosse de 900.00 e no Price apenas 200.00 na primeira parcela,como eu tenho

    3000.00 disponivel eu teria 700.00 pra amortizar por fora,entao igualando ao SAC.

    Espero te explicado direitinho…abracos.

    • http://profelisson.com.br/ Elisson de Andrade

      Matematicamente a ideia é perfeita. Só precisará saber como funcionaria, na prática, esses pagamentos extras. Veja no banco, pois acho que eles possuem algumas regras específicas e talvez vc tenha que ir guardando esse dinheiro extra e quitar prestações futuras periodicamente. Abraços.

      • Ronny

        Que bom que não pensei como um louco,obrigado pela resposta.

        Voce tem razão,no banco do Brasil por exemplo exige que voce tenha o valor de pelo menos uma parcela,já na Caixa acho que é livre.

        Só complementando minha idéia rsrs…
        Nesses abatimentos extraordinarios eu gostaria de ir sempre amortizando o valor das parcelas até chegar a um ponto bem confortavel e então começar diminuir os prazos,isso só pra nivel de segurança minha,pois minha meta é sempre dispor dos 3000.00 mensais para parcela + amortização.

        1- É possivel a parcela diminuir tanto que nem comporte os juros?Ou não dá pra baixar mais que o juros mensal?

        2- Cada amortização é refeito o calculo para saber o valor da nova parcela?

        • http://profelisson.com.br/ Elisson de Andrade

          A ideia é que das parcelas que antecipar, sejam descontados os juros. As parcelas que pagar normalmente, estarão embutidas de juros. Abç.

  • Tiago Julio da Silva

    Professor, me ajuda com uma grande dúvida!
    Irei financiar 270 mil reais e tenho duas opções de financiamento, a taxa de juros é a mesma em ambas, segue valores arredondados:
    SAC – Parcela inicial 2.500,00 – parcela final 600,00 – prazo de 35 anos
    PRICE – Parcela constante de 2.300,00 – prazo de 20 anos
    Pela minha lógica eu iria pelo PRICE, mas não sei se estou cometendo o erro de somar o valor total de todas as prestações, todo mundo recomenda o SAC pelo fato da valor da prestação ir caindo, porém eu não tenho essa preocupação com uma queda no meu orçamento no futuro, eu só consigo pensar nos 15 anos a menos! Qual delas o senhor indicaria, considerando uma amortização extra de em média 20.000,00 com FGTS a cada 2 anos?

    • http://profelisson.com.br/ Elisson de Andrade

      Olá Tiago. Se ambas as correções forem pela TR, não há problema em fazer pela PRICE e ir usando o FGTS para quitar o quanto antes. Da mesma forma, se fizesse pela SAC, e mesmo que as parcelas diminuam, vc usar valores adicionais para quitar a dívida, ela terminará bem antes dos 30 anos. Como sempre venho dizendo aqui. Em alguns meses estarei fazendo um curso que trata exatamente disso. Depois lhe mando um e-mail avisando. Abraço.

  • Tatiana Marçal

    Oi Professor! Fazem dias que estou procurando informações e somente seus posts me ajudaram um pouco. Quero financiar um apto de 140.000,00 e minha duvida é igual da maioria…tabela SAC ou PRICE. O PRICE é tentador, mas meu medo é justamente o futuro. Observei em uma de suas respostas que vc respondeu à pessoa dizendo que “se a correção for pela TR não teria problemas ser SAC ou PRICE”. Não sei se entendi errado. Pelo Banco do Brasil o PRICE é corrigido pela TR e está muito atrativo pra mim…É isso mesmo que entendi? Correção da parcela pela TR é vantajosa?

    • http://profelisson.com.br/ Elisson de Andrade

      Vantajosa, não sei se seria a melhor palavra. Mas que nas atuais circunstâncias, é preferível que correções pela inflação, isso é… Abç Tatiana.

      • Tatiana Marçal

        Pela inflação que é usada a taxa de IGPM? Pois já trabalhei com plano de saude que era corrigido por IGPM e variava muito!
        Obrigada
        Abraços

        • http://profelisson.com.br/ Elisson de Andrade

          IGPM é um dos índices de inflação existentes. Existem outros.. abç

  • Carlos Eduardo Rodrigues

    gostaria de adiantar as parcelas sequentes do meu contrato price será que ganho desconto? ou só ganho se pagar de trás para frente ?

    • http://profelisson.com.br/ Elisson de Andrade

      Olá Carlos. Qualquer parcela paga de forma adiantada, terá o desconto dos respectivos juros. Abç.

  • Ubirajara Junior

    Oi Professor Elisson, tudo bem? Venho acompanhando seu blog e achei muito interessante, parabéns por seus conhecimentos. assim, gostaria que você me aconselhasse em meu caso.
    Pretendo um financiamento para construção na caixa de 150.000 que será retirado este ano para minha construção e somente vou começar a pagar em 2015 quando terminar minha obra. Então em 2015 começarei a pagar minha divida,

    minha taxa de juros é de 7,5% ao ano,

    caso seja pela Tabela SAC serão 360 meses pagando inicialmente R$1420,00 decrescente e no final $440,00,

    caso seja pela tabela PRICE seriam 200 meses pagando com parcelas R$1390,00.
    Em ambos os casos em 2 anos pagando a dívida (24 meses), em 2017 estaria com um saldo devedor de R$140.000,00.
    A questão é que em 2017, teria um capital acumulado de 100.000,00 que gostaria de amortizar na minha dívida, pretendendo então pagar os 40.000 de saldo devedor em 60 meses. Você acha essa estratégia válida? Antes de 2015 já teria metade uns 60.000 já compensa amortizar de cara? Onde seria mais vantajoso fazer isso na Price ou na SAC?

    • http://profelisson.com.br/ Elisson de Andrade

      Olá Ubirajara. Essa é uma decisão muito complicada e que exigiria uma análise mais completa. Entenda o meu lado. É um dinheiro considerável e fica complicado para mim falar o que fazer, assim, com certeza. Sua ideia, a princípio, parece válida, mas não é isenta de riscos, ok? Em breve, como já disse em outros comentários, vou fazer um curso completinho sobre isso e lhe aviso. Tomara que não seja tarde. Abraço.

      • Ubirajara Junior

        Obrigado então professor, caso possa em seu novo artigo elaborar uns exemplos, isso ajuda muito. Fique com Deus.

  • Julio Nascimento

    Boa Tarde, Professor, To com uma Duvida a dias, a Tabela Price ta excluida ? não consigo simular mais so no SAC

    • http://profelisson.com.br/ Elisson de Andrade

      Olá Julio, não consegui entender sua indagação… Por favor, explique-se novamente. Abç.

      • Julio Nascimento

        Certo, Veja Bem pela Caixa Econômica tinha uma linha de financiamento minha casa minha vida, O PRICE, hj eu não consigo simular pelo PRICE, só pelo SAC, só que o sac so financia 80% e o PRICE 90% o que se encaixava no meu bolso, será que o PRICE foi excluído ?

        • http://profelisson.com.br/ Elisson de Andrade

          Desculpe-me Julio, mas essa informação eu não tenho…

        • Bruna Forte Souza

          Estou em um processo de financiamento com a Caixa Econômica e o que sei é que a Price de 360 meses foi excluída, ainda há a opção da Price de 240 meses.Mas entre a Sac de 360 e a Price 240, o valor de entrada da Price é muito mais alto do que da Sac.

  • Karla Kaká

    Boa tarde, professor!
    Em que situações o SAC é melhor que o SAM? E quando o SAM é melhor?

    • http://profelisson.com.br/ Elisson de Andrade

      São sistemas diferentes, que podem se encaixar em situações distintas. A SAC acaba oferecendo uma parcela maior no início, diminuindo a dívida mais rapidamente, mas exigindo mais dinheiro agora, que talvez não tenha… abç

  • Mayla Ranna

    Professor boa tarde!

    Gostaria que me ajudasse, estou financiando um imóvel no valor de R$125.000. Tenho disponível para entrada R$ 10.000,00 e posso pagar até R$ 600,00 de prestação mensal. Fiz diversas simulações e pela tabela PRICE consigo um financiamento com entrada de R$ 9.150,00 e 347 parcelas, sendo a primeira no valor de R$ 581,21 e a ultima R$ 589,87. Já na tabela SAC a entrada seria de R$ 32.474,00 em 360 parcelas sendo a primeira no valor de R$ 581.39 e a ultima de R$ 270,29. Logo, o que tenho disponível para entrada só cabe na tabela PRICE, entretanto várias pessoas me alertaram quanto aos riscos, gostaria de ter uma opinião profissional, dentro das minhas condições a tabela PRICE é muito arriscada? E quais são esses riscos? Lembrando que minha renda é fixa e só tende a crescer. Pois dependendo do risco terei que adiar meu sonho da casa própria.

    • http://profelisson.com.br/ Elisson de Andrade

      Olá Mayla. Financiamentos de longo prazo, independentemente da tabela escolhida, possuem riscos. Será que terá dinheiro para pagar as parcelas durante todo o tempo, como se comportará o preço do imóvel, como são corrigidas as parcelas, o que acontecerá com a economia (taxa de juros e inflação) ao longo do tempo… Eu ainda vou lançar um curso online sobre isso em breve. Daí lhe aviso. Abraço.

      • Mayla Ranna

        Fico no aguardo. Obrigada.

  • Luciana Guimaraes Oliveira

    Professor, boa noite!!!
    Estou pagando a minha casa no sistema SAC da Caixa, fui fazer uma amortização com o FGTS e acabei optando sem querer pela permanencia da parcela e redução do prazo. Agora não sei se dessa forma é melhor, mas quando o atendente me perguntou fiquei em duvida e disse que queria tirar do montante com a redução do numero de parcelas. Pergunta vou perder dinheiro desta forma? Agradeço a atenção.

    • http://profelisson.com.br/ Elisson de Andrade

      Matematicamente, tudo o mais constante, não tem diferença alguma. Mas existem implicações de fluxo de caixa, como vai se comportar a economia no futuro, que são impossíveis de responder… Abç.

  • Rodrigo Luli

    Olá a todos,
    Eu sou um empréstimo credor, de confiança, de confiança credor privado, eu tornar empréstimos a empresas e indivíduos em baixos e acessíveis taxa de 3% de juros. Você está procurando um empréstimo de negócio, empréstimo pessoal, empréstimo, empréstimo de carro, empréstimos estudantis, empréstimos de consolidação da dívida, o empréstimo sem garantia, e de capital de risco? Se você foi recusado um empréstimo por um banco de instituição financeira para uma ou mais razões. Você está no lugar certo para o seu empréstimo Solutions.If interessado no empréstimo oferecem favor contacte-nos através do email: ricardoloanfirm@gmail.com
    Atenciosamente,
    Ricardo

  • Luciana Rodrigues

    Professor, boa noite.
    Vou comprar um apartamento com R$ 370 mil financiados, num prazo de até 420 meses pelo SAC (para caber na minha renda) ou de até 240 meses pelo Price. Mas pretendo quitar este financiamento em breve, em no máximo um ano, tão logo consiga vender o apartamento em que moro hoje. Ao quitar antecipadamente, só pagarei juros pelo período em que usufruí o financiamento, certo? Neste caso, ou seja, levando em conta que vou quitar antecipadamente, o que é mais vantajoso: SAC ou Price?

    • http://profelisson.com.br/ Elisson de Andrade

      Nesse caso, a tabela em si não faz muita diferença. Veja só no contrato as cláusulas para pagamento antecipado, se não tem alguma penalização. Abç.

  • JOBSON

    olá professor me explique essa forma de amortização chamada de FAC? qual e a melhor PRICE ou SAC? OBG

    • http://profelisson.com.br/ Elisson de Andrade

      FAC?

  • Luciana Rodrigues

    Professor, boa noite, o senhor já me ajudou bastante, mas gostaria de esclarecer uma dúvida: Vou pegar um financiamento de R$ 370 mil, mas pretendo quitá-lo em breve, em no máximo um ano, tão logo consiga vender o apartamento em que moro. Posso pegar o empréstimo por um prazo de 360 meses ou de 420 meses. Faz diferença o prazo total do empréstimo para efeitos de quitação antecipada? Quero dizer: se optar pelo prazo mais longo ou mais curto poderei pagar menos juros no fim das contas?
    Obrigada

    • http://profelisson.com.br/ Elisson de Andrade

      Na teoria, não faria muita diferença, já que pagamento antecipado implica em NÃO pagar juros. Porém, você tem que ver com a própria instituição financeira se há algum ônus em quitar antecipadamente. Veja certinho no contrato. Abraço.

  • SUCCESS

    Profissionais de ajuda financeira

    Única resposta para Este endereço de e-mail se interessado: success.finance@outlook.com

    oi,

    Por favor, perdoe-me por perturbar o seu tempo valioso.

    Esta é uma organização de empréstimos Finanças, nós somos especializados em financiamento e
    a oferta de crédito para pessoas físicas e empresas interessadas que estão buscando
    assistência e crescimento do negócio financeiro ou fundo de expansão dos negócios. nós
    oferecer crédito com uma garantia confiável para todos os nossos candidatos qualificados.

    Nossas taxas de juro do crédito é muito baixo e acessível e com um negociável
    duração. Nós também fornecemos financiamento para parceria comercial e imobiliário
    desenvolvimento e oferecemos quantidade pequena e grande quantidade de crédito para toda a nossa
    clientes qualificados.

    Para mais informações: investigações e aplicações, entre em contato nossa
    representante via e-mail: success.finance@outlook.com

    Por favor, ignore essa mensagem se você não está interessado.

    Atenciosamente,
    Sra. Susan Doyle
    Website: http://www.successfinance.org
    Email: success.finance@outlook.com
    SUCESSO DE EMPRÉSTIMO EMPRESA

  • Joana

    Olá, gostaria que me tirasse uma dúvida: Estou comprando um imóvel pelo banco do brasil, onde o modelo do financiamento utilizado é a tabela price. O imóvel (casa) custa 128.000, onde darei 30.000 de entrada pegando o valor total do subsídio minha casa minha vida ficando restante 360 parcelas de 450,00 fixas. Porém, um amigo alertou que por este modelo a entrada é menor, as parcelas são fixas, mas, ao fim do financiamento fica um montante o qual é como se fosse outra dívida. Fiquei confusa agora, pois, acho estranho. Então minha dúvida é essa, ao fim dos 360 meses terei quitado de vez meu imóvel ou ainda terei que pagar mais alguma outra coisa a mais??? Por favor, aguardo resposta o mais breve possível, pois, tenho medo de ter algo errado ai.

    • http://profelisson.com.br/ Elisson de Andrade

      Pelo que sei, não existe mais essa possibilidade de resíduo… veja isso no próprio banco… abraço.

  • Joana

    Mais é ruim optar por esse modelo? Desculpa tá incomodando novamente

    • http://profelisson.com.br/ Elisson de Andrade

      Olá Joana. Financiar a longo prazo possui diversos riscos. O bacana é vc ler todo o contrato e ficar ciente de cada um deles, para poder suportar situações adversas no futuro. Não tem outra resposta, para um horizonte de tempo tão longo…. abraços.

  • Anderson Bischoff

    Olá, vou financiar 120 mil em um imóvel pelo Banco do Brasil na tabela price, no entanto me alertaram em função do reajuste da parcela, principalmente quanto a inflação, me disseram que existem situações onde os juros é maior que a parcela. O risco é tão alto assim? Obrigado

    • http://profelisson.com.br/ Elisson de Andrade

      Depende do financiamento. Existem aqueles que são indexados por uma taxa fixa + TR. Na atual conjuntura, essa modalidade é menos arriscada do que aqueles indexados à inflação. Abração.

  • luisgustavoamenezes .

    Elisson, por que numa simulação de financiamento pelo BB, no sistema de amortização SAC, os juros sempre variam para mais ou para menos. Diferentemente da CEF. Fazendo um comparativo entre o simulador da CEF e do BB identifiquei isso. Não sei se é uma falha ou se tem uma explicação coerente para que aconteça isso. Qualquer coisa, faz uma simulação para checar o que falei.

    • http://profelisson.com.br/ Elisson de Andrade

      Olá @luisgustavoamenezes:disqus Não deve haver diferença entre bancos, pois a metodologia é sempre a mesma. Abç.

  • Zelia Costa

    Olá, estou financiando um apartamento pelo bb na tabela price, a moça do banco me informou que o banco do brasil, não usa mais isso de residuo de contrato, ou seja ao passar os 35 anos eu termino de pagar tudo sem dever nada para o banco, mais ainda tenho uma duvida, na tabela price eu posso ir quitando a divida durante o pagamento, tipo eu tenho um dinheiro aplicado no fgts, eu poderia usar esse dinheiro para ir quitando ao longo do tempo? ou devido essa tabela price eu não poderia? Poderia me explicar porfavor? Ficarei muito grata!

    • http://profelisson.com.br/ Elisson de Andrade

      Olá @zeliacosta:disqus. Não há realmente mais os resíduos e não é pq a tabela é price que lhe impedirá de usar dinheiro excedente para quitar parte da dívida. Abraço.

      • Zelia Costa

        Obrigada pela resposta, que bom fiquei mais tranquila agora! Abraço

  • jose

    boa noite professor ,qual é o melhor na compra de um imovel na planta é price ou a SAC pois acabei de fazer uma compra de um ap .e o corretor falou q as pacelas era fixa!!!

    • http://profelisson.com.br/ Elisson de Andrade

      Olá José. O sistema price é sim, de parcelas fixas. PORÉM, pode ser que haja correção das parcelas com o tempo, pela TR ou INFLAÇÃO. Isso vc precisa ver no contrato… abç

  • Marcio Rogério Silva

    Boa tarde Elisson, uma dúvida por favor,
    Sou aluno de Pós-doc pela USP, gostaria de comprar um imóvel financiado. Se eu comprovar renda por RPA, ou decore, sendo bolsista CNPQ, posso perder minha bolsa de estudo ou ter algum tipo de problema? Existe outro meio de comprovação de renda, no meu caso, que não me traga problemas futuros?
    Obrigado, Marcio

    • http://profelisson.com.br/ Elisson de Andrade

      Olá Márcio. Infelizmente não faço a menor ideia… Desculpe-me. Abç.

  • Humberto Nemer

    Boa Tarde, professor, estou financiando 123mil pelo BB e a tabela escolhida foi a Price pelo fato da entrada ser menor e o percentual financiado maior, porém, não quero cair em armadilha.
    Pelo que li nas duvidas de outras pessoas as parcelas são fixas desde que não sejam corrigidas pela inflação, é isso? Se for taxa fixa + TR permanecem fixas e sem alteração?
    E sobre residuos ao “fim” do financiamento, isso realmente não existe mais????

    • http://profelisson.com.br/ Elisson de Andrade

      Olá Humberto. Não existe mais o tal resíduo. E as parcelas não serão corrigidas, desde que a TR seja igual a zero. Se ela for diferente de zero, corrige sim… Abraço.

  • Marcos Cesar

    Professor, boa tarde.

    A minha dúvida, acho que é a mesma da grande maioria das pessoas que postaram neste blog, mas vamos lá. Estou financiamento junto ao BB um valor de 135.000,00 referente a compra de uma casa no MCMV. Qual seria melhor forma PRICE ou SAC? Nos 2 modos iria da uma entrada de 23.000,00 que tenho no FGTS com financiamento de 360 meses. No PRICE a 1º parcela seria de 569,69 e a última de 596,23. No SAC teria que completar a entrada com mais 3.697,41 e a 1º parcela seria de 717,37 e a última de 364,59. Qual seria mais vantajoso? Desde já agradeço.

    • http://profelisson.com.br/ Elisson de Andrade

      Como sempre digo, não tem uma resposta única para isso, pois existem diversos riscos envolvidos. Algum dia vou fazer um post completo sobre isso… Abraço.

  • Aureo

    Professor Elisson, financiei um imovel no BB em 300 parcelas no sistema SAC. Estou na quinta prestação, mas por enquanto o valor delas aumentaram ao inves de diminuir. Questionando meu gerente sobre isso ele respondeu que no inicio eu só pago juros e que iria ver a prestacao diminuindo com o tempo, quando começar a pagar parte da parcela. Achei isso muito estranho pois, obviamente, o saldo devedor tem diminuido a cada mes, entao como a parcela aumentaria? O que o senhor acha disso?

    • http://profelisson.com.br/ Elisson de Andrade

      Muito estranho, pq realmente, as parcelas deveriam diminuir. Deve ter uma outra causa, que não essa dita pelo gerente, mas eu a desconheço. Se descobrir, por favor, volte aqui para nos contar. Abraço.

  • Leo

    Olá Prof. gostaria de saber se um financiamento uma tabela com prestações fixas e taxa de juros efetiva de 18,50% ao ano ou uma tabela sac com taxa de juros efetiva 12,68% mais a correção mensal pelo IGPM. Qual é o menos pior?

    • http://profelisson.com.br/ Elisson de Andrade

      Tudo depende de como vai se comportar o IGPM no futuro…

  • Pingback: ()

  • Daniel Soares

    Olá Prof.
    Estou tentando um financiamento de 115 mil na Caixa e para as duas tabelas os juros são iguais, 4,5% a.a. + TR, considerando que existirá o TR, qual a melhor opção? Ou não faz tanta diferença?
    Obs.: serão 30 mil de entrada + 17.960,00 de subsídio.
    Obrigado!

  • Bruno Souza

    Boa Noite,
    Professor quero comprar um veiculo onde o valor de entrada será metade do valor do veiculo ai lhe pergunto como faço para financiar este restante na taxa de menor valor de juros da tabela price pois quem escolhe qual a taxa de juros o financiamento de ser feito é o banco ou a agência?
    por exemplo gostaria de financiar em 24 parcelas com taxa de 0,50 % ao mês que é o valor da menor taxa mensal da tabela price tem como eu optar por isto ou depende da agência?

    • http://profelisson.com.br/ Elisson de Andrade

      Olá Bruno. Não sei se entendi direito, mas quem define a taxa é a instituição financeira que irá lhe conceder o crédito! Abraço.

  • veronica

    Boa tarde, professor!
    Meu esposo adquiriu um financiamento no Banco Pan através da tabela price no valor de R$ 82.531,59 , com uma taxa de juros efetiva de 14,9000% ao ano e nominal de 13,9699 ao ano, para ser pago em 200 parcelas de R$ 1.214,29. Já pagamos 7 parcelas e o saldo devedor hoje é de R$ 87.376,80. Gostaria de saber se o senhor poderia ajudar a entender que financiamento é esse que o saldo devedor só aumenta. Muito Obrigada!

    • http://profelisson.com.br/ Elisson de Andrade

      Olá @disqus_auOrjrA65I:disqus. É preciso saber se não tem outras taxas embutidas, se o IOF é financiado e se não há correção no valor das parcelas. Isso pode acontecer sim!

      • veronica

        Oi, professor!
        O valor do financiamento era R$ 80.000,00 + IOF R$ 1.551,59 + tarifa de avaliação física do imóvel R$ 400,00 + tarifa de avaliação jurídica do imóvel R$ 580,00 = R$ 82.531,59 foi o valor total do financiamento. No contrato diz que as parcelas mensais de amortização e juros e o saldo devedor serão atualizados pela variação do índice de reajuste mensal (IGP-M/FGV). Em uma composição da 2ª parcela é cobrado uma tarifa de administração mensal do contrato R$ 25,00 + seguro de morte e invalidez permanente R$ 54,38 + seguro de danos físicos ao imóvel R$ 11,48 + parcela mensal de amortização e juros R$ 1.079,89.

  • John Luther

    se você precisa de um empréstimo legítimo e genuíno para pagar suas contas e dívidas voltar para mim agora via e-mail como johnlutherloanfirm1@outlook.com para que você possa receber sua ajuda agora
    relação

  • Ana

    Olá, estou querendo comprar uma casa, pelo programa Minha Casa minha Vida. O valor do imóvel é 92 mil. Valor de financiamento: R$ 68.584,94 para ser pago em 360 meses. Mas gostaria de saber quantos reais teremos pago por essa casa nesses 30 anos.
    MAIS INFORMAÇÕES:

    Total dos valores devidos pelo cliente no ato da contratação:
    R$ 68.594,65 – 100,00%
    Valor a ser liberado ao cliente:R$ 0,00 – 0,00%
    Valor a ser liberado ao vendedor:R$ 73.430,94 – 107,05%
    Prazo Máximo:360 meses
    Sistema de Amortização:SAC
    Cota máx. financiamento:90%
    Valor de entrada:R$ 18.569,06
    Desconto:R$ 4.846,00 – 7,06%
    Prazo:360 meses
    Valor de financiamento:R$ 68.584,94 – 99,99%
    Despesa Cartorária:R$ 0,00 – 0,00%
    Juros Nominais (aa):5,0000%
    Juros Efetivos (aa):5,1162%

    Custo Efetivo Total:4,67%

    CESH – Circ. SUSEP 400/10:0,0000%
    Taxas a Vista
    FGHAB à vistaR$ 9,710,01%
    Taxa de serviçoR$ 0,000,00%
    IOFR$ 0,000,00%
    TOTALR$ 9,710,01%
    Componentes da prestação
    Amortização + JurosR$ 476,28
    FGHABR$ 9,71
    Taxa de administraçãoR$ 0,00
    Taxa de risco de créditoR$ 0,00
    Taxa operacional mensalR$ 0,00TOTALR$ 485,99

    • http://profelisson.com.br/ Elisson de Andrade

      Essa é uma pergunta não que não tem resposta, prezada @disqus_iuzIFqc1TM:disqus. Apesar de muitos insistirem em somar parcelas ao longo do tempo e dizer “está pagando ao final do financiamento, duas casas”, essa conta, matematicamente não faz sentido. O que importa mesmo é o custo do capital, ou seja, o custo efetivo total (CET). Quanto maior ele for, mais dinheiro vai acabar saindo do seu bolso. Abração.

  • Gabrielch

    Olá Professor… Lendo o seu texto, os comentários e suas respectivas respostas, surgiu uma dúvida. Vou levar em consideração o exemplo citado por um usuário nos comentários abaixo. Um financiamento imobiliário, pela tabela de amortização price, indexados por uma taxa fixa + TR.

    Se acaso ocorresse uma crise inflacionária nos moldes do que ocorreu no Brasil na década de 80 e início de 90, ou da mesma forma que ocorre hoje na Venezuela, com inflação em mais de 50% ao ano. A parcela no PRICE permaneceria sendo corrigida pela taxa fixa + TR?
    O Valor que o Banco tem a receber (poder de compra) seria corroído pela inflação elevada, já que as correções são a taxas fixas?
    O Banco sairia perdendo?
    É costumas a existência de uma clausula anti-crise que permite a alteração unilateral das regras de correção em um caso assim?
    Obrigado Prof. Elisson

    • http://profelisson.com.br/ Elisson de Andrade

      Olá Gabriel.
      Essa é uma questão que também me surgiu a um tempo atrás.
      Pelo que consegui sondar, o negócio é o seguinte.
      1) se a inflação disparar, espera-se que a taxa de juros também suba e aí a TR sobre também, e ameniza boa parte do problema, pois mesmo na Price, as parcelas serão corrigidas.
      2) a “proteção” dos bancos seria que o dinheiro desse financiamento viria de FGTS e Caderneta de Poupança, que possuem um custo baixíssimo e também são corrigidos pela TR.
      Isso foi o que pude compreender e me fez muito sentido.
      Abração
      Elisson

  • fabio balbino

    Ola, fiz um financiamento de imóvel pelo sistema SAC e me foi dado uma projeção da primeira até a última prestação total, e achei muito vantajoso porque as prestações são decrescentes e o salário sempre sobe, melhorando cada vez mais a relação salario/prestação.

    Um dia porem li o contrato e mesmo sendo leigo, vi algo sobre recalculo durante os anos do financiamento. Meu receio é que daqui a alguns anos seja modificado aquela tabela que me deram com a projeção das prestações, aumentando o valor da mesma.

    Isso é possível no sistema SAC ou aquela tabela de projeção é imutável?

    Obrigado desde já.

    • http://profelisson.com.br/ Elisson de Andrade

      A tabela não é imutável. Sempre há algum tipo de correção. Seja inflação ou TR. Abraço.

  • Helder Enohata Tsubouchi

    Olá professor Elisson,
    Eu tenho uma duvida, pela tabela Price quando pagamos as parcelas antecipadamente, conseguimos eliminar parte dos juros embutidos nas parcelas, certo?
    E pela tabela SAC, há alguma forma de eliminar os juros embutidos nas parcelas pagando antecipadamente algumas parcelas? Sem utilizar o FGTS.

    • http://profelisson.com.br/ Elisson de Andrade

      A princípio, independente do sistema, quando pagamos algo antecipadamente, elimina-se TODOS os juros dessa parcela.

  • Lucas

    professor…estava a prestes a entrar em um financiamento price de 8 anos, e seu vídeo no youtube me ajudou MUITO na nova opção de se fazê-lo pela sac visto que pretendo vender o imóvel em 3 anos e assim amortizar muito mais a minha dívida nos primeiros anos em relação ao sistema Price. Foi de grande valia e gostaria de agradecê-lo por isso.

    • http://profelisson.com.br/ Elisson de Andrade

      Que ótima notícia!!!! Abração e boa sorte por aí.

  • Daniel Steffens

    Professor poderia me ajudar? Gostaria de fazer um financiamento da seguinte forma R$ 140.000,00 com R$ 25.000,00 de entrada, amortização de R$9.217,00 juros a.a. 5.11+tr em 360 meses pelo sistema price e a mesma condição pelo sistema sac. O que quero na verdade é saber quanto a mais vou pagar no final dos 360 meses pelo sistema price que para mim se enquadra melhor.

    • http://profelisson.com.br/ Elisson de Andrade

      Como diz o artigo citado no texto, não podemos somar parcelas e chegar a conclusão alguma. O custo do capital é a própria taxa de juros mais a TR. Abç.

  • Clovis

    Fiz um financiamento com um banco, onde peguei R$94.000,00 sistema de amortização tabela price e as parcelas atualizadas pelo indice IGBM, valor inicial da parc. R$ 1.053,67, dois anos depois a parcela é de R$1.236,00 e o saldo devedor está em 107.000,00, será que isto está correto? Pois em 24 parcelas ja paguei R$ 27.000,00 e o saldo devedor aumentou, se continuar assim em poucos anos qual será o valor das parcelas e imagine do saldo devedor

  • caique

    Bom dia professor, estou querendo financiar um apartamento no valor de 147 mil reais pela tabela price, segundo o simulado caixa, as primeiras mensalidades serão de 606 reais, gostaria de saber se tera reajuste.. e se o reajuste é feito mes a mes ou ano a ano ? segue informações:

    Juros Nominais (taxas de juros a.a + TR) 4,5000% a.a + TR%
    Juros Efetivos (taxas de juros a.a + TR) 4,5939% a.a + TR%

    Obrigado.. gostaria de um exemplo, tipo caique vc ira pagar X a mais por mes ou X a mais por ano !

    • http://profelisson.com.br/ Elisson de Andrade

      Olá @disqus_y3NxZFCKsf:disqus. Pelo que pesquisei os reajustes pela TR são mensais. Toda vez que ela for diferente de zero, vai subir o valor da parcela. Veja alguns exemplos aqui: http://www.mspc.eng.br/matm/matFin_0150.shtml

  • Alexandre

    Bom dia professor, fiz uma alienação fiduciária do meu imóvel para pagar da seguinte forma: 240 parcelas, CET 13,90%, tabela Price, índice de reajuste mensal IGP-M, valor do financiamento R$ 144.000,00. O valor da parcela começou com R$ 1.809,00 e hoje, depois de 26 parcelas pagas está com R$ 2.100,00, o saldo devedor está em R$ 165.000,00. Tenho duas perguntas:
    1ª – Tenho R$ 60.000,00 disponíveis para amortizar a dívida, qual a melhor opção, diminuir o valor da parcela e manter o tempo restante para término do contrato ou manter o valor da parcela e diminuir o tempo para o término?
    2ª – Quando terminar as 240 parcela costuma sobrar resíduos para pagar?

    • http://profelisson.com.br/ Elisson de Andrade

      @disqus_byhf0vIzx5:disqus. Cada opção tem sua vantagem. Você que terá que ver o que é melhor pra si. Uma dá folga do orçamento mensal (diminuir o valor da parcela) e a outra faz a dívida acabar mais rápido… Infelizmente, vai depender de cada caso… E, a princípio, não é mais para sobrar resíduo (pelo menos do que sei).

    • Alexandre

      Obrigado pela atenção. A quem posso recorrer para me orientar sobre qual a melhor forma para liquidar minhas dívidas?

      • http://profelisson.com.br/ Elisson de Andrade

        Sou eu quem agradeço a visita ao blog. E quanto à sua indagação, é o que lhe falei, vc que tem que decidir. Se puder continuar pagando a mesma parcela, vejo com bons olhos a quitação em tempo menor. Todavia, se as parcelas estão pesando muito no orçamento, diminua o valor delas para dar a folga necessária e mantenha o prazo… abração.

  • http://batman-news.com MARCIO ANDRADE

    Boa Tarde!
    Gostaria de parabenizá-lo pelo site. É realmente muito bom!
    Minha duvida é: tenho 2 CDCs e um consignado do INSS feito pela minha mãe que me gera um total de parcelas de R$ 260. Minha duvida é se devo fazer uma amortização destas dividas ou, se compensa mais investir em tesouro direto e continuar pagando estas parcelas?
    Muito Obrigado!

    • http://profelisson.com.br/ Elisson de Andrade

      Olá @disqus_KECljlEafC:disqus. A questão é ver se o custo efetivo total (CET) do financiamento é maior que o retorno esperado no tesouro direto. Em caso positivo, quite a dívida. Abração.

  • Ulisses Martins

    Boa tarde, professor. Parabéns pelo blog. Tenho um financiamento da casa própria da Caixa cujo saldo devedor em julho agora é T$ 37.381,00. A parcela deste mês é a de número 76, de um total de 240. Algumas informações que constam na fatura: Taxa de juros contratual: 8,16
    Índice de Reajuste Prestação no mês:1,0
    Índice Reajuste Saldo Devedor no mês: 1,0
    As parcelas vão diminuindo a cada mês, porém em valores irrisórios.
    Pergunto se seria melhor continuar neste financiamento ou pegar um outro empréstimo para quitação deste contrato. Obrigado.

    • http://profelisson.com.br/ Elisson de Andrade

      Qualquer financiamento longo é assim, @ulissesmartins:disqus. O saldo devedor cai muito pouco, independentemente do sistema. Mudar de uma dívida para outra só é interessante se conseguir taxas menores. Abração.

      • Ulisses Martins

        Obrigado pela rapidez na resposta. Então terei vantagem se pegar um consignado a uma taxa de até 3%? Em 60 vezes?

        • http://profelisson.com.br/ Elisson de Andrade

          Aaaaacho que não, pois acredito que a taxa do financiamento seja 8,16% AO ANO, enquanto do consignado, 3% AO MÊS… abração.

  • alexandre

    boa noite professor comprei um apto e optei pela tabela SAC direto com a construtora parcelas decrescentes porem ao chegar um ano pago eles corrigirao as parcelas isso e correto se comecei pagando um valor de parcela inicial de 3048,00 e depois de uma ano corrigirao ela e ainda me mandarao um outro boleto residual no valor de 1.280,00

    • http://profelisson.com.br/ Elisson de Andrade

      Olá @disqus_sUzIIPZYy3:disqus. Esse é o grande problema: quando assina o contrato, só se fala da parte boa, depois vem a “bomba”… Não posso dizer que é REALMENTE isso, pois precisaria ter acesso ao contrato e fazer as contas, mas acredite que casos como o seu não são exceção! Abraços.

  • sberbanking creditservice

    SberBank oferta de crédito Rússia JSC !!!

    Prezado Cliente valorizada,

    Este é um aviso a todos que agora estamos oferecendo empréstimos residenciais, comerciais e pessoais com muito baixas taxas de juros anuais tão baixos quanto 2,0% dentro de um 1 ano e 50 anos de reembolso período de duração a qualquer parte do mundo.

    Nossos empréstimos são bem segurado para o máximo de segurança é nossa prioridade, contato (sberbank.ru/moscow/ru/credit_org/) Tivemos o privilégio de suas necessidades financeiras. A questão do crédito impedi-lo de obter o empréstimo que você precisa. Nossos serviços incluem o seguinte: –
    Empréstimos com Investidores
    Consolidação da dívida
    segunda hipoteca
    Empréstimos de negócio
    Empréstimos pessoais
    Crédito Internacional

    INFORMAÇÃO DE DADOS PESSOAIS

    Nome Completo: …………….. Endereço: ………………….. País: … ………….. Estado: ……….. Sexo: …………

    Data de Nascimento: ………….. Idade: ………… Valor do Empréstimo Necessário: ………….. empréstimo Duração: Ocupação …………..: ……….

    Finalidade do empréstimo: …………. salário / renda anual: ………….. Telefone: ……….. ……

    As pessoas interessadas devem contactar-nos: –

    skype e-mail: Sberbank credit_org
    http://www.sberbank.ru/moscow/ru/credit_org/
    Privado e-mail: herman_o_gref@outlook.com
    Sberbank oferta de crédito limitada Company®
    Informações sobre as taxas de juros em contratos de depósito bancário com indivíduos
    As informações sobre as pessoas que controlam o banco está localizado
    © 1997-2014 Sberbank da Rússia. Rússia, Moscovo, 117997, rua. Vavilov, d. 19, Licença Geral para as operações bancárias de 08 de agosto de 2012.
    Número de registo – 1481. comentários

  • katia siqueira

    Boa Tarde professor.. fiz um financiamento de um imóvel direto com a construtora um saldo devedor de 112 mil, divido em 80 parcelas mensais, iguais e consecutivas de 1.400,00 acrescido correção mensal de igpm +1%, dentro ta tabela price, como fazer o calculo das parcelas, a data base foi julho/2014

    • http://profelisson.com.br/ Elisson de Andrade

      Olá @katiasiqueira:disqus. Basta sempre corrigir o saldo devedor pelo IPGP e, depois, recalcular o valor das parcelas. Abraço.

  • Roselene

    Olá, Professor Ellisson de Andrade.
    Posso pagar parcelas de um financiamnento de trás prara frentre?
    A lei não é clara em relação ao tema.
    Aguardo resposta.

    Roselene

    • http://profelisson.com.br/ Elisson de Andrade

      Tecnicamente, não vejo problemas… Abração.

  • Fernanda

    Bom dia, Prof. Elisson.

    Fiz um financiamento junto com meu namorado, no sistema de amortização SAC, e gostaria de saber se é possível refazer esse financiamento, pois gostaríamos de mudar para o sistema PRICE. É possível?

    • http://profelisson.com.br/ Elisson de Andrade

      Olá @disqus_jOwCj0Gsuk:disqus… infelizmente não saberia lhe responder sobre isso… Desculpe-me!

  • Jorge Luiz Amaral

    Caro professor Elisson. Bom Dia.

    Tenho contrato de Mutuo da caixa para financiamento de imóvel,
    o sistema de amortização e o SACRE ao analisar o mesmo verificaram que a taxa
    pactuada é de 8.16% a.a (nominal) e o prazo de amortização é mensal, no
    contrato é informado que a taxa efetiva é 8,4722% a.a. Minhas duvidas são as seguintes:

    Para maior transparência, a taxa efetiva não
    deveria estar informada no contrato no mesmo período das amortizações e
    pagamento de juros “a.m” e estando a mesma no período pactuado “a.a” deveria
    ser igual a nominal.

    No contrato não identifiquem qualquer informação
    quanto à forma de calculo dos juros, simples ou composto, isto também não iria
    influenciar na forma de obtenção da taxa efetiva, seja pelo método proporcional
    ou equivalência.

    Verifiquei ainda que a CAIXA informa Sistema de
    Amortização SACRE, pôr o que notei foi aplicação do Sistema SAC com reajuste anual.
    Isto é correto? O SACRE não seria um misto entre os dois sistemas “Price e SAC”?

    • http://profelisson.com.br/ Elisson de Andrade

      Vamos lá Jorge:
      1) Não vejo problema algum em divulgar as taxas anual ou mensal, dado que significam a mesma coisa após a equivalência. Pra fazer uma planilha no excel, sendo os pagamentos mensais, é preciso sim transformar a taxa anual em mensal.

      2) A taxa nominal é quando está cobrando de juros do financiamento. Depois, são acrescidas à parcela outros custos, como seguro. Com a parcela já com esses encargos, calcula-se a taxa efetiva.

      3) É tudo juros composto.

      4) O SACRE se diferencia do SAC por possuir uma metodologia de cálculo das parcelas mais complicada. Se é que dá para dizer assim, ela é mais próxima da SAC que da price…

      Abraços

  • Everson Probst

    Caro Professor, boa tarde.

    Seus artigos são excelentes e as tabelas para projeção de dívidas incríveis. Mas tenho uma dúvida.

    Baixei seu planilha que sumula a Tabela SAC. Nela eu simulei um financiamento de 250K, a juros anuais de 0,084175 em 180 prestações. A tabela me mostrou uma prestação inicial de R$ 3.142,53 e final de R$ 1.398,63, totalizando um pagamento total de R$ 408.704,95 ao longo dos 180 meses.

    Acontece que esse conta não considera o reajuste anual da dívida pelo IGP-M (não sei se estou correto). Por isso gostaria da sua ajuda. Sei que é impossível prever o IGP-M, mas se considerarmos uma média anual (por exemplo, 8%, ou o que o senho achar mais correto), como eu faria para saber o quanto terei pagado (mera projeção) ao final dos 180 meses.

    Apenas para o senhor entender melhor minha pergunta, estou para adiquirir um novo apartamento. Meu banco me indicou o consórcio em vez do financiamento. Apenas supondo, para fins de cálculo (pois é improvável), que eu seja sorteado no primeiro mês (esse é o cenário que quero comparar), eu tería em minhas mão uma carta de 250k. Como as prestações são corrigidas pela INCC, e com base nos valores que o banco me divulgou, segundo meus cálculos, as 5 primeiras prestações serão de R$2.503,10, as demais 7 (1o ano) de R$1.087,80, e ano após ano esse último valor seria corrigido pelo INCC fazendo com que a última prestação seja de R$4.829,40 (considerei 6,5%). Assim, a soma das prestações totalizaria R$605.990,67.

    Com base na sua Tabela SAC (cujos valores coincidem com grande aproximação às prestações da simulação que acabo de fazer no site da caixa econômica federal), em um financiamento eu pagaria menos que em um consórcio. Mas como saber se continuarei pagando menos após considerar as correções das prestações do financiamento pelo IGP-M?

    Agradeço muitíssimo se puder me esclarecer como calcular isso (ou pelo menos simular esse cálculo).