Sobre Prof. Elisson de Andrade

Professor universitário e palestrante sobre Educação Financeira. Engenheiro Agrônomo (USP), Bacharel em Direito (UNIMEP), Mestre e Doutor em Economia Aplicada pela USP. Ganhador do prêmio BM&FBOVESPA de melhor dissertação/tese sobre derivativos (2004). Um eterno apaixonado em aprender e ensinar.

  • tao gomes pinto

    Eu gostaria que o professor analisasse a situação financeira “pós-maturidade” . Como deve se comportar um pai “mão aberta”, que transferiu em vida para os filhos, seus bens móveis e imóveis. E que, no final da vida, não consegue sobreviver dignamente com sua simples aposentadoria. Obrigado

    • Olá Tao. Creio que seu comentário traz um alerta interessante: chegar ao estágio de interdependência, em que devemos pensar no NÓS, não significa deixar de lado de viver sua vida e somente a dos outros; é preciso salvaguardar a si, pois só assim é possível se doar a quem precisa. Abraços.

  • Camila Brito

    Obrigada pelas informações compartilhadas professor. Esse texto é muito bom para salientar o quanto uma família deve se portar com objetivos comuns, pois somente com esse pensamento é possível conquistar grandes coisas. Uma família que age financeiramente de modo insolado para cada indivíduo não consegue observar metas grandiosas que podem melhorar a vida de todos. Acredito que o “pensar em nós” seja a chave do sucesso financeiro de uma família.

    • Olá Camila. A ideia é essa mesmo, criarmos uma evolução interna de conseguirmos nos preocupar conosco e com os outros. Talvez seja esse pensamento interdependente que esteja faltando para nossa sociedade se tornar o que almejamos. Abraço e até o próximo comentário.

  • Fernando

    Parabéns… Excelente texto.