Carro: como economizar combustível

Tempo de leitura: 3 minutos

 

 

COMBUSTÍVEL: álcool ou gasolina

 Para algumas pessoas, a escolha de qual combustível utilizar em seu carro flex, álcool (etanol) ou gasolina, não é uma questão muito simples. É possível encontrar algumas dicas genéricas, dizendo por exemplo que se o preço do álcool estiver 70% acima do preço da gasolina, compensa este último. Sendo o contrário também verdadeiro.

Porém, existem carros em que essa proporção pode variar um pouco, além de pessoas que se perdem um pouco nessa matemática. Dessa forma, o presente artigo tem o intuito de facilitar o entendimento da questão, oferecendo uma planilha em Excel e um vídeo tutorial sobre como utilizá-la.

 

POR QUE É IMPORTANTE ESCOLHER O COMBUSTÍVEL CERTO?

Como você já deve saber, este blog não é especializado em carros. Portanto, não irei me ater a assuntos muito específicos como: prefiro etanol devido a questões relacionadas ao meio ambiente; se dirigir corretamente economiza mais combustível; carros desregulados consomem mais etc. O foco será somente em qual qual combustível utilizar, dado o consumo verificado e os preços relativos.

Para deixar claro como fazer os cálculos da planilha, vamos para um exemplo inicial. Suponha que você ande com seu carro X km por ano, observando-se a proporção em que a quilometragem percorrida com álcool seja 70% do que seria conseguido com gasolina. Isso significa que se o preço da gasolina for de R$2,50, o preço do álcool deverá ser de R$1,75 para que a escolha entre qual combustível utilizar seja indiferente (2,50 x 0,7 = 1,75).

Para verificar o impacto de diferenças nesses preços de equilíbrio, vamos realizar uma simulação em que o preço do álcool seja R$1,50  e o da gasolina os mesmos R$2,50. Nesse caso, seria preferível o primeiro, por estar abaixo dos R$1,75 de “equilíbrio”. Na tabela abaixo, ofereço uma simulação de quanto dinheiro seria desperdiçado, caso uma pessoa escolhesse usar gasolina durante um ano, para diferentes quilometragens.

km/ano Perda
5.000 R$ 178,57
7.000 R$ 250,00
12.000 R$ 428,57
20.000 R$ 714,29

Antes da análise da tabela, esses dados foram construídos considerando-se que o carro faça 10 km/l com gasolina e 7km/l com álcool, respeitando a proporção de 70%. Dessa forma, vemos na primeira coluna diferentes quilometragens a serem percorridas durante o ano, sendo que na segunda coluna vemos quantos reais são desperdiçados ao escolher o combustível mais caro (nesse caso, a gasolina).

A primeira conclusão óbvia é a de que quanto mais se andar com o carro, maior será a perda. Mas o interessante de tal análise é perceber sua magnitude. Para aqueles que percorrem 5000 km por ano, a perda seria em torno de R$178, enquanto na pior das hipóteses simuladas (uma pessoa percorrer 20.000 km no ano), as perdas ultrapassam os R$700,00. Portanto, a conclusão é que ao escolher mal qual combustível utilizar, as perdas podem ser significativas ao longo do ano, mostrando assim, a importância dessa decisão.

 

COMO ESCOLHER O COMBUSTÍVEL CERTO?

Para facilitar a vida dos consumidores, contruí uma planilha em Excel, em que será possível decidir de maneira técnica entre álcool ou gasolina. Veja vídeo a seguir e também faça o download da planilha através do formulário.

 

 

QUER ESSA PLANILHA?

Cadastre seu melhor e-mail e receba 20 planilhas financeiras gratuitamente

Sobre Prof. Elisson de Andrade

Professor universitário e palestrante sobre Educação Financeira. Engenheiro Agrônomo (USP), Bacharel em Direito (UNIMEP), Mestre e Doutor em Economia Aplicada pela USP. Ganhador do prêmio BM&FBOVESPA de melhor dissertação/tese sobre derivativos (2004). Um eterno apaixonado em aprender e ensinar.

  • fernando

    muito bom!

  • Handerson

    Ótima explicação.

  • josane

    Obrigada Prof. Elisson. Você explica as coisas de uma maneira que fica fácil de entender.

  • Seba Silva

    Eu abasteço com gnp atualmente devido um anuncio no posto onde abasteço:
    custo por kilometro rodado: gasolina R$ 0.299; etanol R$ 0.285; gnp R$ 0.155

    • Opa @sebasilva:disqus. Então preciso atualizar essa planilha, hein? Abraços.