Sobre Prof. Elisson de Andrade

Professor universitário e palestrante sobre Educação Financeira. Engenheiro Agrônomo (USP), Bacharel em Direito (UNIMEP), Mestre e Doutor em Economia Aplicada pela USP. Ganhador do prêmio BM&FBOVESPA de melhor dissertação/tese sobre derivativos (2004). Um eterno apaixonado em aprender e ensinar.

  • Phillip Souza

    Não vou me delongar no comentário, vou guardar o “estoque” para o curso. Mas bem que um antigo ditado reforça:

    “O uso do cachimbo é que faz a boca torta”

    Nada mais que um hábito ^^

    Abraço Elisson!

  • Guilherme Fermino

    Muito bom professor. Alguns hábitos são extremamente devastadores de economias. Tais como dependência excessiva de crédito(algumas pessoas pensam que o crédito faz parte da sua renda) e falta de planejamento – se o planejamento é largado sempre para depois este é o péssimo hábito da procrastinação.
    Existem muito outros, mas acredito que estes dois são “letais” para a saúde financeira de qualquer pessoa.

    Grande abraço.

    • Muito bom comentário Guilherme. Complementa bem o artigo. Forte abraço.

  • ProfRoberto Braga

    Gostei. A vida é sempre uma mudança de hábitos. A gente se livra de um e cria outro. A questão é que há habitos bons e ruins. A Sabedoria é dsitinguir um do outro. Falei!

    • Boa Prof. Braga, é isso mesmo. Estou aguardando suas opiniões lá no curso. Abraço.

  • É, o hábito tem sua força!

    Deve-se apenas ter cuidado para que o hábito o impeça de inovar!

    http://www.ricodinheiro.com.br

  • Adriano

    Adorei, este artigo vai ser muito útil.