3 passos simples para você investir seu dinheiro

Tempo de leitura: 4 minutos

Ao longo desses anos ensinando Educação Financeira, seja em palestras, em sala de aula ou online, uma pergunta me persegue:

Prof. Elisson, onde posso investir meu dinheiro para render mais?

Responder tal pergunta não é tarefa trivial, mas o presente texto tem por finalidade esclarecer alguns pontos importantíssimos sobre o assunto.

Conheça os 3 passos que uso para investir o meu próprio dinheiro.

PASSO 1: definindo objetivos

Defendo a ideia de que não faz muito sentido pensar em investir dinheiro se não houver um objetivo claro. Explico.

Existem aqueles que ficam só na intenção de guardar dinheiro e nunca conseguem. Talvez, por não ter motivação que possibilite abrir mão de algo hoje para conseguir coisa melhor no futuro, vivem apenas no presente. Objetivos de longo prazo vão sempre sendo adiados, colocados em segundo plano, pois sempre têm despesas urgentes que consome todo o dinheiro ganho no mês.

No outro extremo, vejo pessoas ávidas por dinheiro, que estudam formas de ganhar mais e mais e mais. Querem fazer fortuna. Para quê? Lá no fundo, não possuem uma resposta realmente inspiradora. Veem no dinheiro uma forma de obter poder, de comprar tudo o que querem, mas acabam tendo pouco tempo e prazer para gastar o que ganham, além de deixar de lado dimensões importantes da vida como relacionamento com família, amigos e a própria saúde.

Logo, para investir bem seu dinheiro, é preciso que tenha clareza de objetivos. O que é importante de ser feito ao longo de sua vida? O que lhe traz, além de prazer, um engrandecimento enquanto ser humano? Você sabe onde e como quer estar daqui 20 ou 30 anos?

PASSO 2: escolhendo investimentos

Quando se sabe onde quer chegar, o processo de escolha dos ativos que irão compor sua carteira de investimentos se torna mais simples.

Mas quais seriam esses ativos?

A minha sugestão é que, pelo menos de início, você estude poucos investimentos, entenda perfeitamente como eles funcionam, seus riscos, e trabalhe somente com eles.

O que ocorre muitas vezes é a pessoa querer conhecer diversos ativos (muitos deles, arriscados), buscando altíssimas rentabilidades (quer dar o pulo do gato de maneira rápida), mas compreende os riscos envolvidos de maneira superficial e gasta muita energia para obter ganhos modestos (ou até mesmo perde dinheiro)

Na outra ponta, temos aqueles temerosos em perder qualquer centavo, e se acomodam em aplicações como a Caderneta de Poupança, aceitando retornos que não conseguem acompanhar nem mesmo a inflação. A falta de informação impede que consiga ganhos maiores sem aumentar os riscos.

Então, minha sugestão (e o que faço com minha própria carteira de investimentos), é focar em poucos e bons ativos, tendo um elevado nível de conhecimento sobre eles, administrando melhor os riscos e aumentando a segurança e eficácia das decisões.

PASSO 3: alocando ativos

O processo de alocação de ativos, nesse contexto, significa escolher os investimentos que melhor atendem aos seus objetivos traçados.

Veja que em tal argumentação é menos importante a rentabilidade da carteira, e mais relevante ter os ativos certos para cada meta estabelecida.

Se tenho clareza sobre o que quero fazer com o dinheiro, qual valor ($$$) preciso para realizar cada objetivo, os prazos em que cada um deles será concretizado e as motivações certas para guardar o montante necessário, basta escolher os ativos (que domino bem) mais interessantes para cada caso.

Sem complicações. Sem incorrer em riscos que sejam acima de sua capacidade de suportá-los. SEM MEDO!

Esse meu método, que já ensinei para muitos alunos, tem uma grande vantagem: é simples e eficaz.

VOCÊ TEM INTERESSE EM APRENDER ESSE MÉTODO, EM DETALHES?

Nesse ponto, gostaria de “ouvir” VOCÊ.

Há anos meus leitores me pedem para criar algo online sobre investimentos, e acabei sempre focando em auxiliar aqueles que precisam aprender a guardar dinheiro (com dívidas).

Mas agora chegou o momento e estou seriamente pensando em, no prazo de poucas semanas, lançar um treinamento explicando como faço para investir meu dinheiro, através dos 3 passos citados nesse texto.

A ideia é disponibilizar todas as planilhas em Excel que utilizo, ajudando você a definir objetivos claros e poderosos, ensinar passo a passo como investir em Tesouro Direto, ETFs e Fundos de Investimentos, além de explicar o que você deve levar em consideração para escolher o melhor ativo para cada objetivo traçado.

Gostaria muito de um feedback seu sobre essa ideia.

Acha que seria interessante eu disponibilizar um treinamento online mostrando como faço para guardar meu dinheiro e conquistar objetivos? Você toparia fazer um curso desses comigo?

Por favor. Use dos comentários abaixo para dar sua opinião.

Quanto mais pessoas se mostrarem interessadas, maior será minha motivação de tirar essa ideia do papel.

Um forte abraço.

Sobre Prof. Elisson de Andrade

Professor universitário e palestrante sobre Educação Financeira. Engenheiro Agrônomo (USP), Bacharel em Direito (UNIMEP), Mestre e Doutor em Economia Aplicada pela USP. Ganhador do prêmio BM&FBOVESPA de melhor dissertação/tese sobre derivativos (2004). Um eterno apaixonado em aprender e ensinar.