Sobre Prof. Elisson de Andrade

Professor universitário e palestrante sobre Educação Financeira. Engenheiro Agrônomo (USP), Bacharel em Direito (UNIMEP), Mestre e Doutor em Economia Aplicada pela USP. Ganhador do prêmio BM&FBOVESPA de melhor dissertação/tese sobre derivativos (2004). Um eterno apaixonado em aprender e ensinar.

  • Edson Guerr

    O problema é que não se tem muita escolha (salvo se você estiver financiando um milhão). Os financiamentos parcelados de bens e de dinheiro são sempre pelo Sistema Price.
    Já no SFH, dependendo do valor do imóvel, é disponível somente a SAC(ou sacre).
    Por mais estranho que pareça, vale a pena calcular o contrato de SFH na Price antes de financiar, as vezes o resultado é melhor.
    Pra quem for financiar um imóvel a perder de vista, conforme citado no texto, muito cuidado com a limitação da parcela pela equivalência salarial (PES, CES …), o que não é pago vira amortização negativa e, depois de algumas décadas, quando você quita a última parcela, deve 3 casas.

  • malanar11

    Matemática financeira na veia e de forma clara. Muito bom.